logo

Telefone: (11) 3024-9500

Cerro de Moravia: do lixo às flores em Medellín | Qual Viagem Logo

pdi_medellin_160930_0001

Cerro de Moravia: do lixo às flores em Medellín

26 de junho de 2018

Depois de um passado conturbado, Medellín – assim como outras cidades colombianas que enfrentaram problemas com o narcotráfico e a violência – vem seguindo em franco desenvolvimento. Hoje, o que vemos é uma cidade se modernizando e, cada vez mais, oferecendo cultura e qualidade de vida onde antes havia algo negativo.pdi_medellin_160930_0583

E o bairro de Moravia, na região nordeste da capital da Antioquia, é um claro exemplo disso. O Cerro de Moravia é um dos projetos mais significativos para o ressurgimento de Medellín, tendo conquistado, inclusive, prêmios de meio ambiente e planejamento.

O bairro, formado principalmente por camponeses em busca de emprego e uma vida melhor, representava um dos lugares mais violentos da cidade, por volta dos anos 1980. E hoje, graças a um processo de reurbanização iniciado em 2008, ressurge como um belo (e por que não mágico?) jardim.pdi_medellin_160930_0664

Onde antes era uma verdadeira montanha de lixo formou-se o maior jardim de Medellín, em um espaço de 30 mil m², que contribui tanto para formar uma bela paisagem, quanto para descontaminar o solo.

Como um pequeno paraíso, o lugar vem atraindo cada vez mais a curiosidade de turistas do mundo inteiro, que são recebidos pelos simpáticos moradores e lideres locais. Desde 2017, vem-se investindo em capacitação destes para que atuem como guias de turismo dentro da comunidade.

Além de todo o símbolo de resistência, Moravia conta com atrativos como: o Centro de Dessarrollo Cultural – um complexo de arte, memória e cultura projetado pelo renomado arquiteto colombiano Rogelio Salmona -, uma igreja, trilhas de ecoturismo e uma loja que comercializa produtos de artesanato.ccm003

E para quem gosta de fazer um verdadeiro mergulho na cultura local, vale a pena se hospedar por lá mesmo, nas casas de acolhimento espalhadas pelo bairro.

Vale a pena também visitar a estufa que cultiva e comercializa diversos tipos de flores, como orquídeas.

Texto por: Eliria Buso

Fotos:  Medellin Convention & Visitors Bureau

Comentários