logo

Telefone: (11) 3024-9500

Carlos IV, 700 anos de pátria na República Tcheca | Qual Viagem Logo

rep tcheca carlos

Carlos IV, 700 anos de pátria na República Tcheca

24 de janeiro de 2016

Carlos IV é um nome que aparece a todo instante na República Tcheca. Para começar, em Praga, a inigualável Ponte Carlos ou a Universidade Carolina. Muito perto de Praga, o majestoso Castelo Karlštejn e, a oeste do país a Cidade balneária de Karlovy Vary por exemplo. Todos esses lugares levam o nomedo imperador Carlos IV, do Sacro Império Romano, nascido no ano de 1316 em Praga. Era um apaixonado pelas terras tchecas e, por isso, estão sendo preparadas  grandiosas festas para seu aniversário de 700 anos.

As celebrações começarão onde, provavelmente, começou a vida de Carlos IV, em Praga, na Casa do Sino de Pedra( U Kamenného Zvonu) na Praça da Cidade Velha. A partir de  29 de novembro haverá ali uma exposição  chamada “Das terras tchecas  ao fim do mundo” que vai mostrar o seu amor por viajar. Carlos IV não foi apenas o rei tcheco, mas o imperador do Sacro Império Romano e, de forma geral,  monarca de alcance europeu. Ainda que tenha vivido na França e na Itália, foram pelas terras tchecas que se apaixonou e sobretudo por Praga, que transformou em capital de todo o império.

Carlos IV sabia como para representar a majestade imperial através da arquitetura e da arte. Mesmo 700 anos após seu nascimento, os habitantes da capital tcheca ainda seguem lhe  agradecendo. O imperador começou a construir o elemento dominante da cidade, a Catedral de São Vito, e também a Cidade Nova. A Ponte Carlos é um dos símbolos de Praga até hoje e a Universidade Carolina  está entre os melhores da Europa Central e Oriental. É que Carlos IV foi um grande defensor da educação. Ele mesmo trabalhou intensamente para sua formação, escreveu varias obras didáticas e falava cinco idiomas. Para saber mais dele,  além do seu reinado, uma exposição na  Casa do Anel de Ouro ( U Zlatého prstenu) será dedicada à vida diária de Carlos IV e da família nobre dos Luxemburgos. Haverá também uma exposição  bávara-tcheca, chamada de “o Pai da Nação” no Picadero Valdstejnska (Valdstejnska jízdárna) no Castelo de Praga de 14 a 25 de setembro.carlos rep tcheca

A diligência de Carlos IV não  se resumia apenas em Praga. O governante muitas vezes foi para a Boêmia Ocidental. Perito caçador, passou parte de sua infância no castelo medieval de Loket.  O pai de Carlos, João de Luxemburgo, o aprisionou lá com seu mãe e, um dia, quando caçava perto de Loket, Carlos encontrou fontes de águas quentes e ali fundou um spa que, nem poderia imaginar, se transformaría na cidade termal de Karlovy Vary. Em maio começa uma série de celebrações em Karlovy Vary, a primeira delas um desfile com Carlos IV à frente. O carnaval de  Karlovy Vary será realizado no início de junho e seu tema é também o estilo gótico e o reinado de Carlos IV.

Para defender suas amadas terras  tchecas,  Carlos IV construiu vários castelos, o mais famoso deles – Karlštejn–  muito próximo de  Praga. A majestosa construção deveria proteger as jóias reais, reliquias e também as joias da coroação do Imperio, que ali ficaram guardadas por quase 200 anos. Este castelo é um dos monumentos mais visitados da República Tcheca e permanece aberto durante todo o ano.

O castelo Kašperk na Boêmia do Sul devia proteger a fronteira com a Bavária e também os importantes depósitos de ouro. É perto do parque nacional de Šumava. Perto está também a cidade Cesky Krumlov, que está na lista da UNESCO, a cerca de  uma hora e meia de carro. No período do reinado de Carlos IV, também foi construído o castelo Radyne, que fica cerca de 20 minutos de Pilsen.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Fotos: Divulgação

Comentários