logo

Telefone: (11) 3024-9500

Cahors: a cidade do mediterrâneo que combina tesouros históricos e gastronomia | Qual Viagem Logo

Autumn view from above to Pont Valentre, Cahors, France

Cahors: a cidade do mediterrâneo que combina tesouros históricos e gastronomia

23 de novembro de 2017

Você sabia que na França há uma lista dos “Les plus beaux villages de France” (Os vilarejos mais bonitos da França)? Entre os 153 vilarejos que constam na lista, pelo menos dez estão localizados no Vale do Dordonha e na região Midi-Pyrénéss. Cortada pelo Rio Lot, a capital do departamento de mesmo nome é a cidade de Cahors.

Lavender at Puy-l'Eveque, France

Foto por iStock / RolfSt

Sendo a primeira cidade do Lot a combinar ambiente mediterrâneo, tesouros históricos e delícias gastronômicas, Cahors tem seu principal símbolo, a Ponte Valentré, considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO. A capital histórica de Quercy foi construída no século XIV e está situada em uma península delimitada pelas margens do Rio Lot, com uma arquitetura que cria um ambiente bem agradável para um passeio.

Por onde começar?

Para quem visita a cidade, que está a 575 km de Paris, a dica é começar a explorá-la a partir do Monte Saint-Cyr, seja de manhã, quando a neblina revela a cidade aos poucos, seja à noite, quando luzes iluminam suas ruas e becos, ou ainda, em plena luz do dia. Na colina o visitante tem uma vista magnífica da cidade e pode observar por inteiro todas as curvas, ruas, becos e atrações. De fato, é uma visita obrigatória.

The Pont Valentre  is a 14th-century six-span fortified stone arch bridge crossing the Lot River to the west of Cahors, in France. It has become a symbol of the city.

Foto por iStock / Jordi_Santacana

Também não deixe de visitar a esplêndida construção fortificada, com tajamares e três torres. A ponte Valentré, esculpida entre elas, pode ser vista bem da costa, ou a bordo de um navio navegando pelas águas do Lot.

Os Jardins Secretos de Cahors

Cloister interior courtyard with grass in Cahors cathedral in France

Foto por iStock / paulprescott72

Esses jardins são únicos na França e conquistam quem visita a cidade. O lugar é um belo convite para passear por suas ruas medievais ao mesmo tempo em que conta a história da cidade através de seu patrimônio e das plantas cultivadas durante a Idade Média. Todo o charme das ruas é completado com o belo jardim que floresce pela cidade.

Gastronomia no mercado gourmet

Assim como passear pela ponte e pelas ruas medievais e se encantar com a beleza dos jardins secretos, esse é um programa imperdível. Às quartas e aos sábados, o mercado gourmet acontece às portas da Catedral de Saint-Étienne. Com uma variedade de opções, a dica principal é levar uma cesta grande, pois as iguarias são muitas. Entre elas estão os queijos de Rocamadour, cordeiro caipira de Quercy, nozes do Périgord, vinho DOC Cahors e muito mais.

sem-titulo-2

Foto por iStock / ChrisAt

Além disso, a cidade está localizada no coração de uma região vinícola – uma ótima e irresistível oportunidade para descobrir e apreciar os vinhos da região.

História por todos os lados

Na movimentada cidade velha, destaca-se a imponente catedral de Saint-Étienne, com duas cúpulas que apresentam um belo portal romântico com esculturas. Não muito longe da igreja, a praça Olivier-de-Magny, cercada por belas casas antigas, o palácio de Roaldés e as inúmeras ruas comerciais fazem de Cahors um destino muito atraente.

Interior of saint-etienne cathedral in Cahors in France

Foto por iStock / paulprescott72

Para os turistas que desejam conhecer mais sobre sua história e não deixam de lado um museu, a dica é visitar o Museu Martin Henri e o Museu da Resistência.

Texto por: Caroline de Oliveira

Foto destaque por iStock / pase4

Comentários