logo

Telefone: (11) 3024-9500

Cachoeiras e mirantes na pequena Itirapina | Qual Viagem Logo

Foto por Demétrio Xavier

Cachoeiras e mirantes na pequena Itirapina

13 de junho de 2017

Ainda pouco conhecida dos turistas paulistas e paulistanos, a cidade de Itirapina, localizada no coração do estado de São Paulo, guarda belezas naturais surpreendentes. O pequeno município, situado a cerca de 200 quilômetros da capital, é conhecido principalmente pela represa do Broa, onde fica o Broa Golf Resort.

Foto Divulgação/BroaGolfResort

Foto Divulgação/BroaGolfResort

Lá, além das acomodações e atividades como golfe e acervo de aeronaves, a represa é o grande atrativo seja para banhos, passeios de lancha, caiaque, stand up paddle ou tirolesa. Também chamada de represa do lobo, a grande estrela do hotel pode ser observada da varanda de todos os seus apartamentos. O sol se pondo e refletindo nas águas é um espetáculo a parte.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Mas nem só dessa água vive Itirapina… A cidade também se destaca com atrações naturais como a Cachoeira Saltão e o Morro do Fogão. A cachoeira, com 75 metros de queda, está localizada dentro da Fazenda Saltão – um espaço de 22 mil m² que abriga ainda outras duas cachoeiras (Monjolinho e Ferradura), além de trilhas, área para camping, chalés, restaurante e pequena estrutura de lazer com piscina e playground. Para chegar a maior queda, os mais aventureiros utilizam a técnica de canyoning, mas também é possível descer por uma escadaria com 400 degraus. A vista compensa qualquer esforço!

Foto por Demétrio Xavier

Foto por Demétrio Xavier

Já o Morro do Fogão, é um mirante com paredões de até 100 metros de altura de onde podem ser observadas as cidades de Piracicaba e São Pedro. O lugar é ideal para escalada, mas também vale uma visita contemplativa, apenas observando o rico cenário verde ao redor.

Foto por Demétrio Xavier

Foto por Demétrio Xavier

Itirapina também abriga um pequeno distrito cheio de história e charme. Itaqueri da Serra, a cerca de 30 quilômetros da cidade, é uma vila originada por colonizadores portugueses por volta de 1800 e teve um morador ilustre: Ulysses Guimarães. Entre as construções históricas que retratam um pouco do passado local, a casa onde nasceu o político se destaca. Outro ponto que chama a atenção na vila é a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, de 1839, que possui uma imagem da santa entalhada em carvalho trazida da Ilha da Madeira.

Foto por Rafael Moro

Foto por Rafael Moro

O vilarejo também é destino para aventura. Ali é possível praticar escaladas em suas grandes paredes de arenito ou Canyoning na cachoeira do Itaqueri, de 15 metros de altura. Apesar da proximidade com a famosa Brotas, o lugar tem grande potencial, com atrativos ainda pouco explorados.

Segundo a Secretaria de Turismo e Meio Ambiente da cidade, Mari Leila Bacciotti Cândido, o maior potencial turístico de Itirapina é a sua beleza natural. “Com muitas cachoeiras, paisagens belíssimas, nossa cidade é 100% área de Proteção Ambiental e pertence a duas bacias hidrográficas. Além disso, outro grande fator favorável é sua localização geográfica, bem no centro do estado e com acesso a 2 importantes rodovias: Paulo Nilo Romano e Washington Luís”, afirma.

Foto por Demétrio Xavier

Foto por Demétrio Xavier

Voltando ao centro da cidade, a praça da Matriz é um bom lugar para aproveitar o clima de interior, com música no coreto e um ambiente agradável para as famílias. Além disso, é na praça que ocorre a Feira de Produtores Rurais, idealizada por Benedita Cypriano, com artesanato e produtos naturais da cidade. Destaque para os sabonetes artesanais, o café e a cachaça. O evento ocorre sempre no segundo final de semana do mês.

Como chegar

Saindo de São Paulo, existem duas opções de caminho. A primeira é pela rodovia dos Bandeirantes (SP-348) até o km 168, onde há um acesso para a rodovia Washington Luís (SP-310). Quem prefere pegar a Anhanguera (SP-330) deve seguir até o km 153 e, logo após a passagem pelo pedágio, pegar o acesso à rodovia Washington Luís (SP-310). Na SP-310, siga até o km 206 e pegue a saída 206-B, passando por baixo do viaduto e contornando por cima da pista para entrar na rodovia Engenheiro Paulo Nilo Romano (SP-225).

Onde ficar

Broa Golf Resort

Para saber mais, acesse: itirapina.sp.gov.br

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque: Demétrio Xavier

Comentários