logo

Telefone: (11) 3024-9500

Brno, a cidade tcheca onde você encontra Mozart e Napoleão | Qual Viagem Logo

5551948881_a6b36747f6_b

Brno, a cidade tcheca onde você encontra Mozart e Napoleão

11 de fevereiro de 2016

O ponto dominante de Brno, na República Tcheca,  é a catedral gótica de São Paulo e São Pedro na colina de Petrov, que está relacionada com uma série de lendas e que, durante a Guerra dos 30 Anos, protegia a cidade das tropas suecas. Em frente da catedral se destaca a  fortaleza de Špilberk, antigamente uma imponente prisão, hoje um museu e galeria. O maior orgulho da cidade, é, sem dúvida, a modernistaVilla Tugendhat, cuja construção e  interior surpreendem os visitantes em pleno século XXI.

Foto via Flickr Miroslav Petrasko

Foto via Flickr Miroslav Petrasko

Um relógio astronômico e Mozart.

O centro natural da cidade é a Praça da Liberdade, onde várias feiras e festivais são realizados várias vezes por ano. Em 2010,os habitantes de Brno autorizaram a construção aqui de  um relógio astronômico moderno em granito, em forma  de concha. Todos os dias às 11 horas da manhã, sai dali uma bolinha chamada Brnenka, simbolizando lenda de Petrov.

Os habitantes locais compram verdura fresca no mercado Zelný trh, próximo dali, e na praça também estão teatros. No Reduta, atualmente pertencente ao Teatro Nacional de Brno, o pequeno Wolfgang Amadeus Mozart  tocou para os habitantes de Brno. O segundo teatro, denominado Husa na Provázku, teve um importante papel nos protestos contra o regime comunista. Ali acontecem as produções tchecas da mais alta qualidade.

Tesouros Subterrâneos

Brno, como cidade universitária, oferece aos seus visitantes e moradores uma série de galerias e museus. Pode-se escolher, por exemplo, o programa da Galeria da Morávia em Brno, o Museu de Mendel, o Museu da Cidade de Brno ou o  Museu Provincial da Morávia. Brno também  mostrará com prazer sua parte que está debaixo da terra, já que faz pouco tempo abriu  para visitação um antigo sistema de passagens subterrâneas.

Mies van der Rohe e a villa Tugendhat

Villa Tugendhat, obra de Mies van der Rohe

A Villa Tugendhat testemunhou a origem da habitação moderna e o trágico destino de seus habitantes. A obra do famoso arquiteto Mies Van der Rohe é atualmente considerada como uma das quatro casas modernistas mais importantes do mundo. Graças ao seu valor histórico e arquitetônico, esta jóia da arquitetura moderna foi incluída na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.

O edifício causou grandes emoções ao  ser construído. O interior é constituído por três pisos, mas , da rua, parece ter apenas um. O andar do meio era a parte social. Destacam-se imensos painéis de vidro que abrem completamente, uma parede de madeira em semicírculo e uma elegante parede de ônix, que muda de cor  dependendo do ângulo da luz solar. No andar de cima encontra-se  uma ante-sala, quarto  do casal separado com dois banheiros, dois quartos de jovens e o quarto da preceptora. Também no andar de cima havia a casa do caseiro e uma garagem dupla. O interior está equipado com mobiliário elegante projetado pelo mesmo arquiteto da vila. Este mobiliário ainda continuar a ser fabricado até os dias de hoje.

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Grutas e Napoleão

Brno tem também lindos arredores. Recomenda-se o Palácio de Slavkov e o Monumento à Paz onde aconteceu, em  1805 a Batalha dos Três Imperadores (ou batalha de Austerlitz), com participação de Napoleão Bonaparte, ou as grutas de Karst de Moravia.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto destaque via Flickr Miroslav Petrasko

Comentários