logo

Telefone: (11) 3024-9500

Botos e natureza rica no Encontro das Águas, em Manaus | Qual Viagem Logo

Foto via Flickr Bruno RS

Botos e natureza rica no Encontro das Águas, em Manaus

22 de dezembro de 2015

Se você vai a Manaus, não pode deixar de conhecer um dos espetáculos naturais mais conhecidos e bonitos da região norte, o Encontro das Águas. O fenômeno ocorre no ponto em que os cursos dos Rios Negro e Solimões se juntam para formar o Rio Amazonas. Devido às grandes diferenças físico-químicas entre os dois rios, suas águas, de cores negra e barrenta, correm paralelamente sem se misturar por vários quilômetros.

A maneira mais tradicional de conhecer as diferenças e belezas desse espetáculo é pegar um barco e ir até o Encontro. Nesse caso, há duas opções. A primeira é pagando por uma excursão padrão oferecida por praticamente todas as agências de turismo da cidade. Cobrando 120 reais por pessoa, a excursão sai às 9h do Porto de Manaus, no centro, e chega em torno de uma hora ao Encontro das Águas.

Foto por Mario Roberto Duran Ortiz via Wikipedia

Foto por Mario Roberto Duran Ortiz via Wikipedia

Apesar de mais cara, essa opção é a mais confortável. Também faz parte do mesmo pacote uma visita ao Parque Ecológico Janauari, incluindo um passeio de canoa pelos igapós (floresta inundada) e uma visita a uma lagoa cheia de vitórias-régias, além de um delicioso almoço em um restaurante flutuante, com diversos peixes amazônicos à disposição (a bebida é cobrada separadamente). O passeio termina por volta das 15h. Caso você tenha apenas um dia em Manaus, este roteiro é o mais recomendável, pois permite um bom contato com a natureza e a culinária amazônica.

Porém, se tudo o que você quer é um passeio de barco rápido e barato até o Encontro das Águas, a alternativa é o Porto do Ceasa. Localizado bem mais próximo ao fenômeno, no Distrito Industrial da cidade, o porto abriga algumas associações de barqueiros que oferecem passeios personalizados e flexíveis. Em barcos pequenos e motorizados, eles levam as pessoas até o Encontro das Águas (onde você pode até mesmo mergulhar) e em seguida, se o visitante quiser, eles podem leva-lo para visitar uma pequena vila ribeirinha (onde se tem contato com animais selvagens capturados pelos locais) e/ou até mesmo seguir viagem até o Parque Ecológico Janauri, repetindo parcialmente o roteiro proposto pelas agências de turismo mencionado acima.

Há ainda uma outra forma de conferir o Encontro das Águas que é pouco conhecida. Há um determinado ponto da cidade de onde é possível ver o fenômeno a partir da terra, sem precisar ir de barco: o Mirante das Lajes. O local é isolado e só pode ser alcançado com carro próprio.  Dali, você tem uma visão completa do Encontro das Águas e da floresta amazônica além dele. Acredite, todo o esforço vale a pena. A vista é definitivamente uma das mais deslumbrantes que Manaus tem a oferecer.

Texto com informações: descobrindooamazonas.webs.com

Comentários