logo

Telefone: (11) 3024-9500

Bertioga: belezas naturais e variedade de passeios no litoral paulista | Qual Viagem Logo

img_0578

Bertioga: belezas naturais e variedade de passeios no litoral paulista

21 de setembro de 2018

Entre Santos, Guarujá e o Litoral Norte de São Paulo, Bertioga surpreende com belas praias, variedade de passeios e grande extensão preservada de Mata Atlântica. Com a vantagem de estar a apenas 80 km da capital paulista, a Estância Balneária de Bertioga destaca-se pela rica história, que data do começo do século XVI, pela cultura caiçara e pelo ecoturismo.

Foto por iStock / KamilloK

Foto por iStock / KamilloK

A cidade tem como moldura a bela Serra do Mar, com suas elevações cobertas pela rica vegetação da Mata Atlântica. Já o litoral exibe trechos de manguezal e restinga. Aliás, mais de 90% do território de Bertioga é área de preservação permanente, com rios cristalinos e uma biodiversidade sem igual.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

O potencial turístico do destino é tão grande que a cidade tem recebido o apoio da Secretária Adjunta de Turismo do estado de São Paulo, Bianca Colepicolo, que esteve em Bertioga para uma visita nesta semana. A ideia é ajudar a desenvolver e impulsionar o turismo na cidade, em segmentos diversos, como náutico, de pesca, ecológico e muito mais.

Canal de Bertioga

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

As águas calmas do Canal de Bertioga, um extenso braço de mar que marca a divisa entre Bertioga e o Guarujá, são pontuadas por inúmeros barcos de pesca coloridos – a pesca não só é fonte de renda para a cidade, mas também uma grande atração turística. Na orla do Canal, há um boulevard com restaurantes, sorveterias e lojas.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Do píer partem passeios de escuna. A Escuna Gênesis (escunagenesis.com.br) tem um divertido tema de navio pirata e realiza passeios por todo o Canal de Bertioga, nos quais é possível avistar as ilhas da região e alguns pontos históricos. O passeio dura 1h30 e funciona de março a novembro aos finais de semana e feriados e de dezembro a fevereiro diariamente, com partidas em vários horários. Ingressos são vendidos na Av. Vicente de Carvalho, 32.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Outra opção para conhecer o Canal é o Barco Escola, que recebe excursões de estudantes e grupos privados em um passeio focado em educação ambiental. Ali também se encontra o Forte São João, que data de 1532 e foi a primeira fortaleza erguida no Brasil. Há visitas monitoradas.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Praias

Com 33 km de praias reconhecida qualidade, Bertioga é perfeita para um banho de mar. Entre as mais conhecidas estão a da Enseada, mais próxima ao centro, e a de São Lourenço, com os luxuosos condomínios e casas de veraneio da Riviera. No final da Praia da Enseada, o Cantão do Indaiá, protegido por uma pequena península, tem águas bem calmas, como se fosse uma grande piscina natural.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Vale ir um pouco mais além, até a Praia de Itaguaré, onde o rio homônimo deságua no mar formando um lindo espetáculo natural e bancos de areia aparecem na maré baixa. Para chegar lá, é preciso caminhar por uma pequena trilha entre as árvores. Do outro lado, junto à estrada, estão alguns dos melhores e mais tradicionais restaurantes de Bertioga, como o Bill Ostras, cujas especialidades são peixes e frutos do mar fresquinhos.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Aldeia indígena

Já na divisa de Bertioga com São Sebastião, na Praia de Boracéia, estão as Terras Indígenas do Rio Silveira, onde vivem cerca de 500 índios guaranis. A aldeia mantém viva sua cultura, com danças, músicas, culinária e artesanato típico.

Ecoturismo e turismo acessível

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Com restingas, mangues e matas protegidas, Bertioga tem um enorme potencial de ecoturismo, através de trilhas, passeios de caiaque e outras atividades. Além disso, a cidade abriga o Parque Estadual Restinga de Bertioga e uma das maiores bacias hidrográficas da Baixada Santista, com rios como o Itapanhaú, o Itaguaré, o Guaratuba e outros menores.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

No Rio Jaguareguava, por exemplo, é possível passear de caiaque e se banhar em águas rasinhas e totalmente cristalinas, repletas de peixes e cercadas de árvores exuberantes. O passeio é bem tranquilo e pode ser feito mesmo por crianças e pessoas da terceira idade. Há ainda caiaques adaptados para pessoas com deficiência.

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

O passeio dura três horas e precisa ser agendado previamente pelo WhatsApp (11) 94702-0906 / 94700-3923, com Bruno ou Cristiane. Eles também organizam o BGF Praia Acessível, um evento com caiaques e catamarãs adaptados, cadeiras anfíbias e surfe adaptado na Praia da Enseada – um dos maiores exemplos do turismo acessível de Bertioga. A próxima edição será no dia 10 de novembro.

Festivais gastronômicos

A culinária caiçara, com peixes saborosos, camarões, ostras e outras tantas delícias do mar, é destaque em Bertioga – com preços bem mais acessíveis do que na capital paulista, por exemplo. Para celebrar a gastronomia local, são organizados anualmente dois eventos imperdíveis: o Festival da Tainha, em julho, e o Festival do Camarão na Moranga, em agosto.

Como chegar

A partir de São Paulo, siga pela Rodovia Ayrton Senna até Mogi das Cruzes. Atravesse a cidade para pegar a Rodovia Mogi-Bertioga.

Onde ficar

Pousada Costa da Riviera

Travel Inn Riviera

Costa do Sol Praia Hotel

Mais informações em: bertioga.sp.gov.br/turismo

Texto por: Patrícia Chemin

Foto destaque por: Patrícia Chemin

Comentários