logo

Telefone: (11) 3024-9500

Bérgamo é história e beleza na Itália Logo

Foto por Istock/ Freeartist

Bérgamo é história e beleza na Itália

13 de maio de 2016

Localizada a apenas 60 quilômetros de Milão, na Itália, Bérgamo é uma cidade recheada de história. Fundada pelos celtas no século VI a.C, concentra diversas construções de tempos remotos e igrejas que fazem jus ao talento artístico dos italianos. Em um passeio por suas vielas estreitas, escadarias charmosas e praças amplas é possível observar toda sua beleza.

Bérgamo foi conquistada pelos romanos no ano 49 a.C. Em 774 foi dominada pelos francos e passou a ser governada por uma série de condes. A partir de 1331, começou o governo dos Visconti de Milão e depois passou a fazer parte da República de Veneza em 1428. Uma das primeiras medidas tomadas pela República de Veneza foi a construção de um muro de defesa ao redor da Cidade Alta (1561), a partir de então, Bérgamo tornou-se uma cidade-fortaleza. Hoje, os fortes da cidade protegem das multidões e realçam sua beleza!

Foto por IStock/ Karol Kozlowski

Foto por IStock/ Karol Kozlowski

A cidade é dividida em duas partes, a Città Bassa (Cidade Baixa) e a Città Alta (Cidade Alta). Os principais pontos turísticos da Cidade Baixa são a Torre dei Caduti (homenagem aos mortos na Segunda Guerra Mundial), as portas e os edifícios neoclássicos da Porta Nuova, a rua XX de setembro, que é a rua principal de compras da Cidade Baixa, a Accademia Carrara, com quase 2.000 obras italianas e europeias; a Galeria de Arte Moderna e a igreja Santa Maria delle Grazie.  Já o coração da Cidade de Alta – e de toda Bérgamo – é a Piazza Vecchia, praça renascentista onde estão o Palazzo Nuovo (Palácio Novo), do século 17, o Palazzo della Ragione (Palácio da Razão), do século 12, e a Torre Cívica, de 52 metros de altura.

Foto por IStock/ gydyt0jas

Foto por IStock/ gydyt0jas

Mas sua maior atração maior é o Castello di San Vigilio, de onde se pode ver parte da Cidade Alta e Baixa, além dos municípios limítrofes e dos Pré-Alpes Bergamascos. As origens do castelo remontam à época dos romanos (fins do IV século) e por séculos foi uma fortificação militar, até a invasão de Napoleão Bonaparte, que destruiu parte do castelo. Para se chegar até ele é necessário tomar um funicular ao lado da Porta San Alessandro.

Texto por: Eliria Buso

Foto por Istock/ Freeartist

Comentários