logo

Telefone: (11) 3024-9500

Barra de Gramame, Amor, Tambaba e Coqueirinho: conheça o litoral sul paraibano | Qual Viagem Logo

img_6013

Barra de Gramame, Amor, Tambaba e Coqueirinho: conheça o litoral sul paraibano

3 de agosto de 2018

A Paraíba é linda. Toda essa beleza e exuberância podem ser encontradas no sul do estado. Pegue a PB 008 – que leva a Recife – e se encante com as paisagens e mar de águas verde esmeralda.

A primeira parada é em Barra de Gramame. Existem divergências de onde vem o nome, alguns acham que provém da palavra tupi guaramame, que em português significa “o lugar dos guarás”, outros acham que é de guiramame, bando de pássaros migratórios de penas vermelhas.

Localizado no distrito de Conde, Gramame também é conhecido como Gramame de Baixo, o de cima se refere a João Pessoa, então não estranhe se ouvir alguém falar assim – principalmente pessoas mais idosas.

Grande parte dos passeios são feitos de buggy, já que a estradinha que leva até a praia é de terra, íngreme e cheia de pedras. Ao chegar lá, provavelmente um guia local muito bem humorado chamado Walter irá te receber e explicar sobre como funciona a maré, o encontro do rio com o mar e sobre os caranguejos.

Quando se encontrar com a quantidade de caranguejos que ficam dentro de um tanque, talvez leve um sustinho, mas passa depois que o guia coloca um uçá (caranguejo que fica na lama do manguezal) ou um guaiamu (que fica mais na seca do manguezal) na sua mão e deixa você segurando o bichinho.

img_56001

Caranguejo chama-maré

Lá, os caranguejos receberam o nome de chama-maré, pois eles ficam com a patinha para cima como se estivessem realmente chamando por alguma coisa. O guia explica também a diferença entre um macho e a fêmea, e qual que vai para o consumo.

No entanto, o que atrai a atenção na explica dos guias é a maré. Como ela muda diariamente, os bancos de areia que são formados também são modificados. Eles nunca estão no mesmo lugar e no mesmo formato.

img_5638

Vista panorâmica de Barra do Gramame

Outro ponto de Gramame é o encontro do rio com o mar. De um lado, a água é bem tranquila e quentinha, do outro, águas frias e maré bem agitada.

img_5612

Rio Gramame

O point principal em uma viagem até Barra de Gramame é o delicioso Abacaxi Maravilha. O abacaxi super docinho é servido em postas com gelo e rapas de limão, e pode ser encontrado no Bar do Mexicano.

Abacaxi Maravilha

Abacaxi Maravilha

A única coisa que decepciona em Gramame é ter que encontrar plaquinhas pedindo para que os visitantes não joguem lixo no local e preservem a natureza.

img_5657

A segunda parada é na Praia do Amor, repleta de lendas que circulam por meio da famosa Pedra Furada. A primeira conta que os índios passavam por alguns exames, entre pesca e caça. Se ele fosse bem em ambos, significava que estava apto a assumir um casamento. A cerimônia feita pela cacique geral ocorria na pedra furada. Já a segunda lenda diz que os casais que passam de mãos dadas por debaixo da pedra e caminham de ponta a ponta da praia, aumentam a durabilidade do relacionamento por uma eternidade.

img_5769

A Praia do Amor se caracteriza também por ter areia preta, que são matérias orgânicas que vêm dos manguezais, e pelas enormes pedras. Ela não é uma praia propicia para banho, mas é perfeita para boas fotos e para tomar um solzinho.

Tambaba é um paraíso. Assim que chegar, pare no mirante e admire a visão panorâmica, observe os conjuntos e formatos das pedras, as falésias, e o mar verde esmeralda.

img_5785

Em Tambaba não é possível nadar diretamente no mar, pois as pedras bloqueiam o caminho e a maré é bem forte. Muitos turistas fazem, apesar de não ser recomendado: subir nas pedras. Elas são escorregadias e pontiagudas, então pode acabar machucando, além disso, isso acaba degradando a natureza.

img_5800

Mesmo que não seja possível nadar no mar, existem diversas piscinas naturais, que não são fundas e a água é bem quentinha. Olhe bem na hora de passar de uma piscina para outra, existem pedras e alguns pequenos caranguejos ficam por entre as frestas nas rochas. Não precisa se assustar e acabar matando o bichinho, lembre-se que ali é o habitat deles.

img_5799

Muita gente tem curiosidade, mas nem sempre vontade ou coragem de conhecer uma praia de naturismo. Caso você seja um adepto, tire suas roupas e vá, caso ainda não tem experimentado, vale a tentativa. Respeite as regras e todo mundo pode curtir.

Vale lembrar que nudez total é obrigatória, também não é permitido comportamento sexualmente ostensivo e atos de caráter sexual ou obsceno, e homens que estão desacompanhados e não tenham o passaporte de naturista são proibidos de entrar.

img_5807

E nada de tirar fotos ou gravar imagens de pessoas nuas sem autorização, respeito máximo é exigido. O não cumprimento dessas normas é considerado crime.

Mas tirar fotinho na frente da placa de naturismo pode. E deve! Se divirta.

Coqueirinho é a última parada. Considerada uma das mais bonitas do Brasil, a praia é repleta de falésias coloridas, formações rochosas e pasmem, coqueiros!

img_5958

É uma das praias que mais tem estrutura na Paraíba, com lojinhas e restaurantes. Existe uma grande parte da Mata Atlântica que está sendo preservada na praia, e ela é propicia para banho.

Não deixe de comer um delicioso peixe meca com molho de camarão e macaxeira frita com carne de sol, enquanto admira Coqueirinho e toma um sol.

fxok2975

Existe também um mirante de Coqueirinho – a placa fica meio escondidinha – que vale muito a visita. Um pouco mais distante, existe outro mirante, de onde é possível observar as falésias coloridas.

Texto e Imagens por: Carolina Berlato

Comentários