logo

Telefone: (11) 3024-9500

Bariloche é dica de destino para celebrar a Lua de Mel | Qual Viagem Logo

imagem_release_1126893

Bariloche é dica de destino para celebrar a Lua de Mel

14 de novembro de 2017

Os recém-casados que queiram desfrutar de uma gastronomia deliciosa, vinhos espetaculares, rotas de cervejarias, doces saborosos, lagos cristalinos e trilhas nas montanhas – tudo isso regado a muito romantismo e a uma natureza de tirar o fôlego – não precisam ir tão longe. Bariloche oferece isso e muito mais, tanto nas estações mais frias do ano ou mesmo durante a primavera e o verão.

Posing in front of the beautiful mountains and lakes of the Patagonia region of Argentina

Foto por iStock / nick1803

Beber água de uma das cachoeiras do Circuito Chico ou cruzar de mãos dadas através dos arcos do Centro Cívico garantem um brilho mágico com um cenário extremamente romântico. As opções vão desde aproveitar o pôr do sol em uma praia ou no deck de uma cervejaria artesanal até caminhar de mãos dadas ao longo da orla ou relaxar em um dos diversos spas da cidade.

Um reduto aconchegante

Banhada pelas límpidas águas do lago Nahuel Huapi, esta pequena cidade, localizada há cerca de 1.500km da capital Argentina, oferece opções para todos os tipos de casais com atividades mais tranquilas como os passeios em canoas, diversas chocolaterias e casas de fondue, além de hotéis cinco estrelas e cabanas em bosques à beira do lago, até uma vida noturna agitada e esportes de aventura, como o esqui e o rafting para quem prefere um toque de adrenalina. Os casais que selecionarem a temporada de neve para desfrutar a cidade e comemorar o amor nas noites geladas ganham um charme a mais nos diversos restaurantes que oferecem jantares românticos a luz de velas.

romantic dinner setup, red decoration with candle light in a restaurant. Selective focus. Vintage.

Foto por iStock / hkt83000

É possível também fazer caminhadas entre os bosques nevados, passeios em motos de neve durante a noite e desfrutar das estações de esqui – que estarão todas abertas durante a alta temporada. Já a primavera-verão traz uma infinidade de atividades ao ar livre, como as trilhas e piqueniques entre as montanhas, cavalgadas, passeios de bicicletas, piqueniques nas montanhas e frente aos lagos cristalinos da Patagônia.

Pratos típicos

imagem_release_1126891

Foto por Divulgação

Curanto (várias carnes cozidas sobre pedras quentes enterradas na terra), Cordeiro Patagônico, Truta, carnes assadas em Parillas, churrasqueira típica, alfajores, fábricas de chocolate, e muitos vinhos e cervejas.

Passeios

imagem_release_1126894

Foto por Divulgação

Há sete passeios “obrigatórios” para conhecer na região. Entre eles contamos com o Cerro Bayo, no inverno é ideal para os iniciantes no esqui, já no verão oferece mountain bike, cavalgadas e trekking; o Circuito Campanário, ótimo para observar a vista dos lagos e montanhas, além de oferecer um teleférico (Aerosilla); o Parque Nacional Nahuel Huapi, a cidade fica situada dentro do parque e oferece pesca durante o verão. Daqui partem os passeios para o Cerro Tronador e para as excursões lacustres de Isla Victoria e Puerto Bles; a Isla Victoria e Bosque de Arrayanes, passeio de catamarã pelo Lago Nahuel Huapi; o Cerro Otto, com passeios de trenós puxados por huskies siberianos e uma cafeteria giratória; adrenalina no rafting, com circuito nos vales de formação glacial no rio Manso; e o Cerro Tronador, com 3.555 metros, é a montanha mais alta de neve onde se pode ver os grandes blocos de gelo desmoronando.

Mais Informações: www.barilocheturismo.gob.ar

Texto por: Agência com edição de Caroline de Oliveira

Foto destaque por: Divulgação

Comentários