logo

Telefone: (11) 3024-9500

As boas surpresas da Paraíba | Qual Viagem Logo

João Pessoa PB Foto Cacio Murilo

As boas surpresas da Paraíba

13 de maio de 2014

O estado da Paraíba ainda é pouco explorado e conhecido pela maioria dos turistas brasileiros. Podemos afirmar que por lá tem de tudo um pouco. Sertão, agreste, brejo, serras, praias e cidades metrópoles que ainda oferecem uma ótima qualidade de vida aos seus habitantes e uma agradável surpresa aos visitantes.


Baia da traição Foto por SETUR PB

Baia da traição
Foto por SETUR PB

A capital paraibana pode ser uma opção para quem estiver em visita às cidades-sede da Copa do Mundo – Recife e Natal – em junho. De Recife, são menos de duas horas e, de Natal, duas horas e meia de viagem, em rodovias duplicadas. João Pessoa é uma das menores e mais antigas capitais do Nordeste.

Ela reúne ruas arborizadas, orla preservada pela legislação – que limita a altura de suas construções -, povo hospitaleiro, belas praias, gastronomia variada e um clima pra lá de delicioso.
Quem entra no estado por João Pessoa pode conhecer as praias urbanas de Tambaú, Manaíra e Cabo Branco, com barracas, bares, bons restaurantes e casas noturnas.

A Praia de Cabo Branco vem tornando-se uma referência: por estar dentro da capital é um verdadeiro oásis de águas claras e limpas, e de uma bucolidade quase não vista em nenhuma praia das capitais nordestinas. Ultimamente, essa tranquila praia tem concentrado importantes investimentos nas áreas de hotelaria e gastronomia.

Um exemplo disso é o bem estruturado Hotel Cabo Branco Atlântico, que oferece serviço de qualidade, boas instalações, apartamentos com vista para o mar, decoração contemporânea e, no último andar, piscina panorâmica. Esse empreendimento abriga o Restaurante Roccia que é excelência em gastronomia contemporânea.

Outro diferencial de Cabo Branco é a Mata Atlântica, que forma um quadrilátero de ar puro e brisa constante dentro da cidade, e a possibilidade do turista se deparar com saguis, macacos- prego, tucanos, lagartos e uma infinidade de pássaros. A temperatura prazerosa decorre das falésias cobertas de mata nativa, com altura média de 45 metros.

A Praia de Tambaú é a que reúne a maioria dos turistas. Lojinhas, lojas de artesanato, restaurantes, pousadas descoladas, hotéis e vários centros comerciais. Em Tambaú encontramos um ícone da hotelaria brasileira, o Hotel Tropical. Sua construção lembra uma nave especial e se projeta praia adentro, recebendo o sacolejar das marés. O empreendimento tem a melhor e mais completa estrutura de eventos de João Pessoa e sempre recebe artistas e personalidades políticas e da alta sociedade. Para quem deseja ir às compras, os melhores e mais completos shoppings da cidade ficam na Praia de Manaíra. Outra atração que vale a pena é a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte. Lá o visitante tem exposições, palestras, shows e intensa programação cultural.

Foto por SalernoScapes via Istock

Foto por SalernoScapes via Istock

PRAIAS VIRGENS NO SUL

Pôr do sol na praia do Jacaré  Foto por Cacio Murilo

Pôr do sol na praia do Jacaré
Foto por Cacio Murilo

Quem preferir visitar praias mais virgens, pode percorrer os municípios vizinhos de Pitumbu – 50 Km, e Conde – 20 km da capital. O litoral sul do estado deve ser acessado pela PB 008 em direção a Recife.

As praias do Conde mais conhecidas são: Carapibus, Tabatinga, Coqueirinho, Tambaba, Barra do Abiaí, Praia Azul e Acaú, ainda selvagens. As paisagens mais rústicas e bonitas estão em Tambaba, o mais consagrado endereço naturista do Brasil. Já no litoral norte, em direção a Natal, encontramos os municípios de Cabedelo, Lucena, Rio Tinto, Baía da Traição e Mataraca.

Praia do Jacaré por marinice via Istock

Praia do Jacaré por marinice via Istock

As águas não são tão claras quanto as do litoral Sul, mas há praias com ondas fortes, que atraem os surfistas, como na Praia de Intermares, a apenas 10 km do centro de João Pessoa.

Quem viaja com crianças deve incluir no roteiro um mergulho nas piscinas naturais de Picãozinho, repletas de peixes coloridos. Outro passeio imperdível é curtir o pôr do sol nas águas do Rio Paraíba, na famosa Praia do Jacaré, ao som do Bolero de Ravel. Dezenas de bares oferecem chopp gelado, caranguejo fresquinho e salgados deliciosos para petiscar e
começar bem a noite.

FORRÓ FESTAS JUNINASETURISMO ARQUEOLÓGICO

Quem preferir explorar mais o estado pode visitar a cidade de Campina Grande que tem uma das Festas Juninas mais animadas e famosas do Brasil.

O Parque do Povo é o cenário ideal para a comilança à base de milho e para apreciar as dezenas de apresentações de cirandas, quadrilhas e artistas regionais.

Campina Grande fica há menos de duas horas de João Pessoa. No caminho para Campina Grande, pela BR 230, está a cidade de Ingá, que guarda um bloco arenítico, tombado pelo IPHAN, com vinte metros de comprimento por três metros de altura, e é coberto por gravuras rupestres ainda de significado desconhecido.

Alguns pesquisadores afirmam que as inscrições têm cerca de 6000 anos. Partindo de Campina Grande com destino ao norte, vale a pena visitar a cidade histórica de Areia, que fica a 618 metros acima do nível do mar. Possui 28 engenhos de cachaça e rapadura, e mais de 30 casas de farinha.

A cidade oferece atrativos naturais como a reserva Florestal do Pau Ferro, vales férteis, riachos, cachoeiras e águas cristalinas. O clima mais
ameno, com temperaturas médias entre 19 e 24°C, atrai também os paraibanos. Declarada cidade em 1846, fica a 136 km de João Pessoa. O clima em Bananeiras, também na região do Brejo Paraibano, pode chegar a 10°C no inverno.

A cidade, distante 147 km da capital, é tombada como Patrimônio Histórico do Estado e favorecida pela natureza, que encanta amantes do ecoturismo e do turismo de aventura. A trilha até a cachoeira do Roncador é uma atração imperdível.

A prática de moutain bike e trekking são recomendadas. Por lá se encontra um excelente campo de golf oficial de 09 buracos, considerado um dos mais completos e bem cuidados do Brasil, e o primeiro da Paraíba, inaugurado em 2011.
Viajar para a Paraíba é nadar em praias limpas, ser recebido por um povo acolhedor, visitar cidades históricas, estar ao lado da cultura, escutar boa música, compartilhar experiências gastronômicas e, o mais importante, sentirse seguro e saber que a viagem valeu muito a pena!

HISTÓRIA , CULTURA E GASTRONOMIA

Com um rico acervo histórico, João Pessoa guarda imponentes construções datadas do século 16.

Foto por richard_cheles via Istock

Foto por richard_cheles via Istock

Há muito que conhecer pelas ruas estreitas do centro, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan). O complexo arquitetônico é composto pela igreja de São Francisco e o convento de Santo Antônio, fundado pelos franciscanos no século 16, mais o claustro, a capela de São Benedito e a Casa da Oração.

As obras coloniais remontam ao período barroco. Vale ainda visitar o jardim interno da Igreja Nossa Senhora do Carmo – na praça do Bispo. Os azulejos portugueses dão um charme especial à construção, que do lado de fora é acompanhada pela Igreja de Santa Tereza e ao lado esquerdo pelo Palácio do Bispo.

Do antigo hotel Globo, avistase o majestoso Rio Sanhuá, um dos principais afluentes Rio Paraíba. Foi nesse rio que João Pessoa ganhou vida pelos idos de 1585, quando os portugueses, tentando desviar dos arrecifes, acabaram encontrando no rio uma chance de conquistar território. O litoral paraibano é quase todo protegido por arrecifes. Por isso, diferentemente das outras capitais nordestinas, a cidade cresceu do centro para a costa, particularidade que ajudou a preservar boa parte de sua natureza litorânea.

No centro histórico alguns bares funcionam nos finais de semana e o forró marca presença. Um dos cartões-postais da cidade, o Farol do Cabo Branco, sinaliza que João Pessoa é o ponto oriental extremo das Américas – em suas praias, o sol nasce primeiro. Embora emoldurada por uma bela orla, a cozinha da capital não se limita aos de frutos do mar.

Porreta mesmo são as receitas do sertão, à base de carne-de-sol, bode, macaxeira, feijão-de-corda e manteiga de garrafa. Imperdíveis o arroz de leite, a paçoca de pilão, o pirão de queijo. Para a sobremesa, dá-lhe rapadura! O Tábua de Carne e o Bahamas, ambos em Tambaú, e o Carne de Sol do Picuí, na Managabeira, são alguns dos restaurantes recomendados.

Bolinho de macaxeira e brigadeiro de açai! Delícia!!  Foto pot Roberto maia

Bolinho de macaxeira e brigadeiro de açai! Delícia!!
Foto pot Roberto Maia

ONDE FICAR
www.tropicalhotel.com.br
www.cabobrancoatlantico.com.br
www.hotelhardman.com.br

QUEM LEVA
www.voegol.com.br
www.tam.com.br
www.voeazul.com.br

ONDE COMER
www.carnedesoldopicui.com.br
www.tabuadecarne.com.br
www.roccia.com.br

 

Foto destacada: Cacio Murilo

Comentários