logo

Telefone: (11) 3024-9500

Arquipélago de Helsinque é atrativo natural na Finlâdia | Qual Viagem Logo

Scenic summer aerial view of Suomenlinna (Sveaborg) sea fortress in Helsinki, Finland

Arquipélago de Helsinque é atrativo natural na Finlâdia

30 de maio de 2019

Quem deseja encontrar um refúgio para descansar em meio a natureza, pode encontrar em uma das 330 ilhas de Helsinque, na Finlândia. Listamos algumas que definitivamente devem entrar para a sua wishlist. Confira:

Suomenlinna

Foto via iStock por scanrail

Foto via iStock por scanrail

É o arquipélago mais famoso da região e conta com seis ilhas que estão interligadas por pontes. Para conhecer Suomenlinna, basta seguir os pontos da Rota Azul, que levarão o turista até de norte a sul. São quase dois quilômetros de extensão através das principais rotas turísticas, como o Portão do Rei, onde está o símbolo da ilha, e a Fortaleza de Soumenlinna, construída pelos suecos durante o ano de 1748.

Valissaari

Foto via myhelsinki.fi

Foto via myhelsinki.fi

Situada bem pertinho de Soumenlinna, Valissaari é o destino perfeito para os amantes de birdwatching. A ilha é voltada exclusivamente para o ecoturismo e possui diversos pontos de observação de aves, além de ser casa de espécies de borboletas que estão ameaçadas de extinção. Outro destaque da ilha são os morcegos, que vivem nas cavernas da região e estão sempre dando uma voltinha pelo local.

Kaunissaari

Foto via visitfinland.com

Foto via visitfinland.com

Localizada a 22 quilômetros de distância de Helsinque, a ilha está cercada de uma fauna e flora única, além de estar praticamente intocada. E é isso que atrai diversos campistas até a região, que foi reestruturada para receber e atender esse público. O parque recreativo de Kaunissaari foi fundado em 1959, local que conta com completa estrutura de pesca, saunas, trilhas, restaurantes e abrigos para quem deseja passar dias a fio na natureza.

Lonna

Foto via visitfinland.com

Foto via visitfinland.com

A ilha de Lonna é uma das mais antigas do arquipélago, porém, apenas em 2014 foi aberta ao público. Durante o século XIX, a região serviu de base militar e foi um ponto de negociação entre a Suécia e Rússia.
Hoje, conta com seis prédios de tijolos onde estão cafés e restaurantes, inclusive, um deles foi projetado pela designer finlandesa Salla Kantokorpi e é um dos maiores atrativos da ilha, pois mescla o ambiente histórico com modernidade. Além disso, Lonna é o lar de belos animais que convivem em harmonia com os humanos.

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por scanrail

Comentários