logo

Telefone: (11) 3024-9500

Aínsa é atração medieval em Sobrarbe | Qual Viagem Logo

whatsapp-image-2019-08-14-at-16-33-44

Aínsa é atração medieval em Sobrarbe

14 de agosto de 2019

Um antigo Reino chamado Sobrarbe guarda a joia chamada Aínsa, um pequeno “pueblo” espanhol que fica na região na província de Huesca. Sua origem é de mais de um milênio, está ao bem ao norte no estado de Aragão. A cidade foi recentemente eleita por turistas como uma das atrações mais belas da Espanha, de acordo com uma pesquisa feita por um jornal espanhol. Essa delicada aldeia tem ruelas em pedras, casinhas com floreiras, lojinhas de artesanato e um clima pra lá de medieval. São pouco mais de 20 ruelas, e uma delas sendo a principal. Você pode visitá-la com calma em pouco mais duas horas, além de fotografar sem pressa, pois os cenários são simplesmente espetaculares.

A entrada da cidadela é totalmente fortificada, e antigamente ela ficava exatamente toda dentro da fortificação. Muito bem preservada, você pode visitar as suas igrejas, subir nos muros que a cercam de onde se descortina uma impressionante vista de parte das montanhas dos Pirineus e ainda ficar maluco com as pequenas esquinas em pedras.

Antigamente, por lá havia um castelo, muito menor do que o atual, o lugar era amuralhado separando o castelo da cidade com a muralha, mas depois de alguns anos o castelo foi crescendo e a cidade começou a fazer parte de uma segunda muralha que foi construída.whatsapp-image-2019-08-14-at-16-32-18

Aínsa ainda tem muitas dessas construções bem preservadas, além do castelo e das muralhas. Vale a pena admirar cinco das sete portas que existiam nos dois recintos: Portal de Abajo, Portal de Afuera, Portal Alto, Portal de Tierra Glera e Portal del Callizo.

Desde o ano de 1965, as construções que ficam na região do centro antigo de Aínsa foram declaradas Patrimônio Histórico-Artístico, embora desde 1931 a paróquia e o castelo tenham o status de Monumento Nacional da Espanha.

Admirar essa cidade  é como voltar no tempo medieval. Respirar fundo e ficar impressionado com a estonteante beleza de suas casas construídas em pedra, de suas muralhas preservadas e dos cenários que a rodeiam. Aos finais de semana acontece uma feirinha de produtos orgânicos, onde pequenos produtores da região comercializam ovos, laranjas, tomates, mel, além de queijos e embutidos produzidos em pequenas propriedades que não se utilizam de agrotóxicos. Indo a Huesca, vale sim uma visita por lá.whatsapp-image-2019-08-14-at-16-33-41

Confira cinco lugares que valem sua visita a Ainsa:

A Praça Medieval

Datada entre XII e XIII, onde foi o maior auge dessa vila. Suas dimensões e seu caráter medieval a convertem numa das mais belas e preservadas de toda a Espanha, e possivelmente a única que conserva suas construções originais. Com estilo tipicamente românico, com seus arcos de médio porte as casas possuem ainda telhados acabados por telhas árabes.

A Igreja

Um dos templos mais interessantes da região de Sobarbe por ser sóbria e quase desnuda. Sua construção teve início ao final do Sec XI, só sendo concluído na segunda metade do séc XII. A torre desempenhou um duplo papel, religioso e militar. Este último dado a SUS excelente construção e sua considerável altura.whatsapp-image-2019-08-14-at-16-33-45

O Castelo

Impressionante conjunto amuralhado, originalmente por um fosso que unicamente se podia  salvar atravessando a ponte elevada que dava acesso ao descomunal pátio de armas, protegida por 4 enormes torres, pelos quais se destaca a torre principal.

A famosa cruz coberta

Construída no ano de 1655, como monumento comemorativo da batalha da reconquista de Aínsa aos muçulmanos. O interior destaca a cruz símbolo de Sobarbe, sendo o primeiro quartel do escudo do estado de Aragón.

Muralhaswhatsapp-image-2019-08-14-at-16-33-46

Sua maior parte fica coberta pelas tendas que foram construídas mais recentemente ao longo das suas majestosas construções. Mesmo assim ainda podemos admirar complemente cinco das setes portas que existiam. Um show de beleza, história, tradição e preservação.

Texto e fotos: Cláudio Lacerda Oliva. O jornalista viajou para a Espanha com cobertura GTA.

Comentários