Warning: file_put_contents(): Only 0 of 13 bytes written, possibly out of free disk space in /home/qualviagem/public_html/wp-content/plugins/wp-csv/wp-csv.php on line 299
 9 patrimônios para conhecer no Marrocos | Qual Viagem
logo

Telefone: (11) 3024-9500

9 patrimônios para conhecer no Marrocos | Qual Viagem Logo

Foto por IStock/ kasto801

9 patrimônios para conhecer no Marrocos

13 de novembro de 2017

O Marrocos é um dos principais destinos da África e do mundo árabe. Com uma rica história e herança cultural, o país é repleto de atrações imperdíveis. Confira abaixo uma lista que reúne todos os Patrimônios Mundiais da Humanidade tombados pela UNESCO no Marrocos:

Medina de Fez

Foto por Istock/ diegograndi

Foto por Istock/ diegograndi

Antiga capital do Marrocos, Fez foi fundada há mais de 1.200 anos e é lar da mais antiga universidade do mundo. Com tanta história, sua medina concentra inúmeros monumentos e construções típicas, como mesquitas, palácios e souks, entre um labirinto de ruas estreitas, coloridas e movimentadas. A medina de Fez é considerada um dos maiores e mais bem preservados centros históricos do mundo árabe.

Medina de Marrakesh

Foto por IStock/ kasto80

Foto por IStock/ kasto80

Destino obrigatório para quem visita o Marrocos, Marrakesh tem como principal atração sua medina, que envolve todo o centro da cidade. Cercada por muralhas e portões, a medina concentra jardins, praças (como a famosa Jemaa el-Fna) e importantes marcos arquitetônicos, como palácios e mesquitas.

Ksar de Ait-Ben-Haddou

Foto por Istock/ kasto80

Foto por Istock/ kasto80

Perto de Ouarzazate, aos pés da Cordilheira do Atlas, a pequena Ait-Ben-Haddou é conhecida por ser uma cidade fortificada, ou “ksar”. Protegido pelas muralhas, surge um amontoado de casas de cor de terra. O local já foi usado como cenário em diversos filmes de Hollywood.

Cidade histórica de Meknès

Foto por Istock/ ElenaMirage

Foto por Istock/ ElenaMirage

Entre 1672 e 1727, Meknès, localizada na região de Fez, foi capital do Marrocos. Nessa época, o sultão Moulay Ismail ergueu ali muitas construções grandiosas, de palácios a mesquitas, todas inspiradas nos estilos espanhol e francês. Assim, a cidade exibe uma mistura de influências árabes e europeias, sendo também conhecida como a Versalhes do Marrocos.

Sítio arqueológico de Volubilis

Foto por Istock/ saiko3p

Foto por Istock/ saiko3p

A área dominada pelo Império Romano se estendia até o que é hoje o Marrocos. Ao norte de Meknès, Volubilis é um sítio arqueológico com ruínas romanas do século III a.C., um dos principais dessa época no norte da África.

Medina de Tétouan

Foto por IStock/ jgaunion

Foto por IStock/ jgaunion

Próxima à costa do Mediterrâneo, Tétouan foi reconstruída por mouros vindos da Andaluzia depois da Reconquista da Península Ibérica. Sua medina reflete bem essa influência. Outra marca do local são as fachadas brancas das construções.

Medina de Essaouira

Foto por IStock/ eAlisa

Foto por IStock/ eAlisa

Banhada pelo Atlântico, Essaouira (ou Mogador) é um belo exemplar de uma cidade fortificada do século XVIII. Foi um importante porto comercial entre a África e a Europa, onde é possível ver uma mistura única de culturas e influências de diversos povos.

Cidade portuguesa de Mazagão

Foto por Istock/ AlbertoLoyo

Foto por Istock/ AlbertoLoyo

Mais conhecida como El Jadida, essa cidade foi uma possessão portuguesa entre os séculos XVI e XVIII. A maior parte do que restou dessa época está na cidadela amuralhada à beira-mar. Ali é possível encontrar igrejas em estilo manuelino, restaurantes portugueses e um sistema de cisternas subterrâneas.

Rabat

Foto por IStock/ Rattham

Foto por IStock/ Rattham

Capital do Marrocos, Rabat é também chamada de a cidade do rei. Conserva construções erguidas por antigas dinastias, mas também exibe um traçado urbano moderno e organizado que data do começo do século passado, época do Protetorado francês.

Texto por: Patrícia Chemin

Foto destaque por IStock/ kasto801

Comentários