logo

Telefone: (11) 3024-9500

8 motivos para visitar Petrópolis (RJ) | Qual Viagem Logo

img_9720

8 motivos para visitar Petrópolis (RJ)

27 de abril de 2018

Com os recortes da Serra Fluminense como moldura no horizonte, a Cidade Imperial de Petrópolis é uma joia no estado do Rio de Janeiro. Repleta de belas construções e áreas verdes, a cidade merece a visita de turistas de todo o Brasil e do mundo – saiba o porquê abaixo:

História do Brasil Império

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Poucos destinos no Brasil tem uma herança imperial tão rica quanto Petrópolis. Visitar essa cidade é como mergulhar no século XIX. Lar de D. Pedro II e da corte nas temporadas de veraneio, Petrópolis ainda conserva ares aristocráticos graças aos bem conservados casarões e palácios dessa época, como o belíssimo Museu Imperial, antigo palácio de verão da família imperial brasileira. Toda planejada, a cidade preserva seu traçado urbano original de 1845. Referentes a essa época, também vale conferir o Palácio de Cristal, a Casa da Princesa Isabel (visitação apenas externa) e a Catedral de São Pedro de Alcântara (onde estão os restos mortais de D. Pedro II, Dona Teresa Cristina, Princesa Isabel e Conde D’Eu), além de todo o chamado Circuito a Pé no Centro Histórico.

Pontos turísticos surpreendentes

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Apesar das construções do Brasil Império permearem todo o centro de Petrópolis, seus principais pontos turísticos não se resumem apenas a esse período da nossa história. Há ainda vários pontos de interesse que datam do século XX e são totalmente inesperados. Um deles é a Casa do Santos Dumont, residência de veraneio do pai da aviação. Hoje aberta à visitação, a casa se destaca por ser compacta, moderna e funcional, principalmente tratando-se de um projeto de 1918 – e é repleta de traços da genialidade do inventor. Outra atração imperdível é o Palácio Quitandinha, erguido na década de 1940 para ser o maior hotel cassino da América do Sul. Hoje, é administrado pelo SESC, está restaurado e é aberto aos visitantes.

Rota cervejeira

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Petrópolis é um dos principais polos cervejeiros do país e a capital estadual da cerveja. Faz parte da Rota Cervejeira do Rio de Janeiro, junto com as vizinhas Teresópolis, Nova Friburgo e Guapimirim. Só em Petrópolis existem mais de uma dezena de cervejarias de todos os portes, incluindo a primeira do país – a Bohemia, fundada em 1853. Em muitas delas há experiências imperdíveis e variadas aos visitantes. Na sede original da Bohemia no centro histórico, é possível conhecer o Centro de Experiência Cervejeira, o maior do tipo na América Latina. No Grupo Petrópolis, há visitas guiadas gratuitas às linhas de produção. A microcervejaria Buda Beer oferece tours com degustação, além de um restaurante próprio.

Compras

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Quem curte fazer umas comprinhas em viagens vai ter um prato cheio em Petrópolis. Reconhecido polo de moda nacional, a cidade tem inúmeras lojas de roupas e acessórios, tanto no atacado quanto no varejo, que vendem seus produtos – alguns vêm direto das confecções locais – a preços imperdíveis durante o ano todo. Para isso, vá à Rua Teresa, tomada por lojas dos dois lados, ao bairro do Bingen e à Feirinha de Itaipava, que funciona aos sábados, domingos e feriados.

Hotéis em casarões do século XIX

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Para completar a experiência imperial de estar em Petrópolis, é possível ficar hospedado em um casarão do século XIX. Muitos foram restaurados e adaptados para funcionar como hotéis e pousadas, guardando alguns elementos originais, como o piso e as janelas. Alguns exemplos são o Hotel Casablanca Imperial e o luxuoso Hotel Solar do Império.

Eventos e celebrações

Foto por iStock / margouillatphotos

Foto por iStock / margouillatphotos

Em Petrópolis, sempre tem algum evento ou celebração especial acontecendo. As festas que homenageiam os imigrantes que formaram a cidade são alguns dos destaques: a germânica Bauernfest, a japonesa Bunka-Sai e a italiana Serra Serata. Há também uma série de eventos gastronômicos, como o Festival Sabores de Outono, o Serra Wine Week, o Petrópolis Gourmet, a feira mensal de cervejas artesanais Deguste e o Festival de Fondues, Racletes, Caldos e Cremes. Também vale curtir o Festival de Inverno, que tem uma extensa programação cultural (como concertos, óperas, ballet, shows e teatro) e totalmente gratuita, e o Natal Imperial.

Ecoturismo

Foto por iStock / samirabdala

Foto por iStock / samirabdala

Localizada em meio à Mata Atlântica, Petrópolis também é um destino de ecoturismo, com mais de 1.000 km² de área verde. Lá é possível percorrer mais de 200 km de trilhas, andar de mountain bike, visitar cachoeiras e muito mais. Um dos circuitos mais conhecidos é a travessia Petrópolis-Teresópolis, com cerca de 30 km de extensão por dentro do Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

Clima e segurança

Foto por Patrícia Chemin

Foto por Patrícia Chemin

Por causa da altitude, o clima de Petrópolis é ameno o ano todo, com invernos mais frios – mesmo estando a apenas 60 km do Rio de Janeiro. A cidade é bem arborizada e repleta de áreas verdes, sendo muito agradável para passeios a pé. Vale ressaltar que Petrópolis é bem tranquila e segura (segundo dados do Ipea de 2017, é a 42ª cidade mais segura do Brasil e a 2ª do RJ).

Texto por: Patrícia Chemin. A jornalista viajou a convite da Schultz para a XI Convenção Schultz.

Foto destaque por: Patrícia Chemin

Comentários