logo

Telefone: (11) 3024-9500

8 destinos internacionais baratos para viajar sem doer no bolso | Qual Viagem Logo

Chain bridge in Budapest, Hungary.

8 destinos internacionais baratos para viajar sem doer no bolso

22 de março de 2016

A crise econômica e a alta do dólar têm feito muitos brasileiros repensarem suas viagens ao exterior. Mas quem disse que a sonhada viagem internacional precisa ficar para depois? Pelo contrário, há opções de endereços no exterior que podem ser visitados sem gastar horrores. Pensando nisso, o AlugueTemporada, que faz parte do grupo global HomeAway, selecionou destinos internacionais acessíveis. Basta ficar atento às promoções das companhias aéreas e escolher uma casa ou apartamento para se hospedar no destino.

Budapeste (Hungria)

Foto por Istock/ecarql

Foto por Istock/ecarql

Romântico e às margens do rio Danúbio, Budapeste é um destino incrível que pode ser barato. A entrada na maioria dos museus da cidade é bem em conta, sendo que os principais admitem gratuidade para menores de 26 anos no último domingo de cada mês. A capital húngara, eternizada por Chico Buarque no livro “Budapeste”, também apresenta muitas exposições de arte gratuitas, sendo a principal delas a Telp, na rua Madach. No Palácio das Artes de Budapeste há frequentemente concertos gratuitos de estudantes e até mesmo de músicos consagrados. Também é comum encontrar apresentações de piano na Avenida Andrassy, uma das principais da cidade. A região também tem opções gastronômicas para todos os bolsos. Se não quiser gastar, basta selecionar os mais acessíveis como o famoso Menza, com pratos executivos por 5 euros. No AlugueTemporada, entre os mais de 1.200 imóveis disponíveis na cidade, é possível encontrar apartamentos por menos de R$ 200 a diária.

Santiago (Chile)

Foto por Istock/ progat

Foto por Istock/ progat

Com a Cordilheira dos Andes como cenário, Santiago tem diversas atrações no seu interior, sendo que as principais não custam mais do que R$ 25. Bons exemplos são o Museu de Arte Precolombino e os passeios para o Vale Nevado e a Concha Y Toro, maior vinícola do Chile, que saem por menos de 150 reais, com traslado. A alimentação na capital chilena também pode sair barata: por lá é fácil encontrar jantares por R$ 30 reunindo inclusive degustação de vinhos locais. Além disso, quase tudo pode ser feito a pé. A cidade tem algumas opções de apartamentos e casas para alugar. A dica é viajar em grupo para dividir um imóvel de dois ou três quartos, por exemplo, que pode sair por menos de R$ 150 por quarto.

Montevidéo (Uruguai)

Foto por Istock/ dantok

Foto por Istock/ dantok

Montevidéu tem diversas atrações que não cobram entrada, como o Mercado del Puerto, a Praça Matriz e a Catedral, o que por si só já faz tudo ficar mais em conta. Outras atrações não são caras, como o emocionante Museo Andes que custa em torno de R$ 25. Além disso, a capital uruguaia tem opções de imóveis para alugar por preços bastante acessíveis.

Cracóvia (Polônia)

Foto por IStock/  Zarnell

Foto por IStock/ Zarnell

A Polônia é um destino pouco frequente no roteiro de turistas que visitam a Europa. Trata-se, porém, de um país com tesouros culturais, cidades medievais, castelos e grandes atrações. Cracóvia, no sul do país, é um desses locais imperdíveis. O pequeno centro histórico da cidade sobreviveu aos desastres da Segunda Guerra Mundial e hoje é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Com um dos custos de vida mais baixos da Europa, a cidade é uma das opções de viagem mais baratas do continente. O Índice BigMac, uma forma inusitada de medir o custo de vida elaborada pela revista The Economist, é um exemplo. A última pesquisa mostra que o sanduíche BigMac na Polônia é vendido por 2,48 dólares, enquanto nos Estados Unidos custa 4,79 dólares. O AlugueTemporada tem mais de 300 imóveis na Cracóvia, sendo possível alugar um apartamento por menos de R$ 200 a diária.

Bogotá (Colômbia)

Foto por Istock/  kszymek

Foto por Istock/ kszymek

Bogotá, capital e maior cidade da Colômbia, é um destino barato para visitar. É possível, por exemplo, fazer um bom jantar com R$ 20. Há diversas atrações interessantes, como o Museu do Ouro, o mais importante do mundo nesta categoria. Repleta de casinhas coloridas, alegra o dia de qualquer pessoa e ainda rende fotos lindas. A hospedagem é o mais atraente na região. No AlugueTemporada, é possível encontrar diversos apartamentos por menos de R$ 200 a diária. A melhor opção é para quem viaja em grupo, já que um imóvel de três quartos na cidade pode sair por menos de R$ 100 cada quarto.

Cartagena (Colômbia)

Foto por Istock/ Gary Tognoni

Foto por Istock/ Gary Tognoni

Com lindas praias e arquitetura singular, que podem ser visitadas sem nenhum custo, Cartagena é um dos principais destinos turísticos da Colômbia, sendo a quinta maior cidade do país. As casas coloridas e a beleza natural levaram o local a se tornar um Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. Algumas atrações turísticas custam menos de R$ 20, mas o melhor são os tours para ilhas paradisíacas da região, que custam cerca de R$ 70. Com mais de 300 casas e apartamentos para alugar, o viajante encontra diárias para todos os bolsos em Cartagena. Não à toa o destino está se tornando badalado por brasileiros. Não se espante se ouvir muito português por lá.

Quito (Equador)

Foto por Istock/ DC_Colombia

Foto por Istock/ DC_Colombia

O transporte público custa menos de R$ 1 em Quito. Por aí já dá para ver que visitar a capital equatoriana não vai sair caro. As atrações também não são nada salgadas, muitas saem por menos de R$ 20. Com construções arquitetônicas majestosas, toda a paisagem da cidade situada em meio aos Andes pode ser apreciada pelo teleférico de 2,5 km, um dos principais passeios de Quito. A segunda maior cidade equatoriana ainda oferece apartamentos bem em conta para alugar.

Ho Chi Minh (Vietnã)

Foto por Istock

Foto por Istock

O Vietnã ainda é um dos destinos com preços mais convidativos na Ásia. Os táxis cobram valores baixos e a alimentação por lá também é em conta: com R$ 15 por dia é possível se alimentar. É lá, por exemplo, que se produz a cerveja mais barata do mundo, a Bia hơi. Trata-se de uma cerveja popular no Vietnã que, convertendo o valor da moeda local (Dong), pode ser comprada por menos de R$ 1 o copo de 300 ml. Conhecida como “Pérola do Oriente”, Ho Chi Minh, antiga Saigon, é a maior metrópole e centro financeiro do país. A cidade é um belo retrato da confusão das cidades orientais que muitos têm vontade de conhecer, com um intenso movimento de carros e motos. Mas há muitos pontos turísticos por lá, com destaque para o Palácio da Independência, o Reunification Palace, que se mantém intocável desde que as tropas norte-americanas se renderam aos comunistas vietnamitas durante a Guerra do Vietnã. Com menos de R$ 150 por dia é possível alugar um apartamento em Ho Chi Minh no AlugueTemporada e aproveitar a cidade.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ Peter_Horvath

Comentários