logo

Telefone: (11) 3024-9500

8 comidas típicas de diversos países para relembrar o gostinho de viajar | Qual Viagem Logo

Foto por Istock/ Mariha-kitchen

8 comidas típicas de diversos países para relembrar o gostinho de viajar

6 de maio de 2020

Os tempos são difíceis para os viajantes. Há um mundo inteiro lá fora, mas o momento é de priorizar a saúde e segurança de todos. Mas se tem algo que ainda é possível e saudável é deixar a mente se abrir e continuar a sonhar com o próximo destino. Para dar um gostinho de viagem à sua quarentena, o Skyscanner, líder global de viagens, preparou um guia especial que traz o mundo até a casa de cada um. Trata-se de oito receitas típicas de diversos países, ensinadas por grandes chefs e influenciadores de gastronomia, para você viajar, sem sair da sua cozinha.

Brasil: Acarajé 

Foto por Istock / Luiz Henrique Mendes

Foto por Istock / Luiz Henrique Mendes

Comida típica da culinária afro-brasileira, o acarajé é um bolinho feito de feijão-fradinho triturado e temperado com cebola e sal, depois é frito em azeite-de-dendê. O prato foi trazido ao Brasil pelas pessoas escravizadas, no período colonial. No continente africano é conhecido como akara, de onde saiu seu nome brasileiro. Na Bahia é preparado pelas icônicas baianas do acarajé.

Espanha – Arroz con Pollo

Foto por Istock / ALLEKO

Foto por Istock / ALLEKO

Originalmente do norte da Índia, a combinação de frango com arroz tem diversas versões em países diferentes. Mas devido aos fortes laços históricos com o Oriente Médio, a Espanha acabou desenvolvendo grande apego cultural com o prato e sendo reconhecida como o país detentor dessa receita. “Arroz con Pollo” é uma entrada tradicional, feita de frango frito cortado, arroz espanhol, molho de tomate, pimentas, cebola e outros vegetais e temperos.

França: Ratatouille

Foto por Istock / oxyzay

Foto por Istock / oxyzay

Um prato rústico, típico da região da Provença, na França, o Ratatouille é uma comida típica do país, originado no século XVII em Nice. Seu nome é derivado do verbo touiller, que significa picar, triturar, e foi incluído no vocabulário culinário francês como “alimento grosseiramente cozido”. Os ingredientes principais do ratatouille são berinjela e tomate e é um prato em que uma pitada de criatividade é sempre muito bem-vinda.

Itália – Gnochi

Foto por IStock / bhofack2

Foto por IStock / bhofack2

O Gnochi, ou popularmente conhecido no Brasil como nhoque, foi criado no Oriente Médio e incorporado pelos romanos. O prato é mundialmente conhecido como uma comida tipicamente italiana. É tradicionalmente feito de batata e há quem diga que traz sorte, se comido todo dia 29 de cada mês, pois garante 30 dias seguidos de abundância.

Líbano : Maklub 

Foto por Istock /trafawma

Foto por Istock /trafawma

Um dos pratos árabes mais conhecidos pelos brasileiros é tipicamente do Oriente Médio e foi passado de geração para geração por famílias libanesas que se instalaram no Brasil. É o Maklub, ou arroz árabe, famoso por ser fácil e rápido, além de delicioso.

Argentina: Alfajor 

Foto por Istock / dririchetto

Foto por Istock / dririchetto

Um ícone argentino, o alfajor é, na verdade, uma receita árabe conhecida como alhasú. Foi o primeiro doce a ser fabricado em larga escala na Argentina, pelo químico francês Augusto Chammás. A iguaria já chegou até a estrelar uma exposição em Buenos Aires. É composto por duas camadas de massa levemente crocantes e macias, recheado com doce de leite, e coberto com chocolate derretido ou polvilhado com açúcar de confeiteiro.

Estados Unidos: Brunch

Foto por Istock / Artit_Wongpradu

Foto por Istock / Artit_Wongpradu

Um must have em séries novaiorquinas, a palavra Brunch é uma junção de Breakfast (Café da manhã) com Lunch (almoço). Acredita-se que a refeição tenha suas raízes nas temporadas de caças inglesas do século 19, onde banquetes imensos eram servidos. O Brunch começou a se popularizar nos Estados Unidos graças às estrelas de cinema, que, na década de 1930, paravam na cidade de Chicago para uma refeição no final da manhã.

México – Guacamole

Foto por Istock / fotek

Foto por Istock / fotek

Parte da cultura mexicana e enraizada nos hábitos gastronômicos do país, o Guacamole é habitualmente utilizado como acompanhamento de tacos ou pratos de carne vermelha. É originada da palavra āhuacamolli, da língua indígena náuatle,  a que era falada pelos astecas (āhuaca  significa abacate e molli, molho).

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto destaque por Istock/ Mariha-kitchen

Comentários