logo

Telefone: (11) 3024-9500

Centro de Portugal tem doces de dar água na boca | Qual Viagem Logo

Table with view a wonderful view over the river in Porto, Portugal.

Centro de Portugal tem doces de dar água na boca

1 de outubro de 2018

Provar novos sabores é parte essencial de uma viagem, assim como comer bem. Já existem modalidades de viagem voltadas exclusivamente para a descoberta da culinária de um destino, tamanho é o valor que os turistas dão a estas experiências. Por isso, o Centro de Portugal tem ganhado destaque no cenário do turismo mundial com restaurantes premiados, gastronomia de alto nível e pratos típicos deliciosos.

A cozinha rica e versátil da região apresenta bacalhaus, leitões e os famosos queijos da Serra da Estrela, sempre de dar água na boca. Mas são os doces locais que estão conquistando cada vez mais visitantes pelo estômago, principalmente as receitas tradicionais.

Entre os mais conhecidos estão os ovos moles de Aveiro, que contam com ingredientes simples: água, açúcar e gemas de ovos. O doce de sabor intenso é herança de habilidosas freiras, que faziam verdadeiros milagres nas cozinhas dos conventos portugueses, e acabaram criando algumas das sobremesas mais famosas do país. Bem próximo de Aveiro, na cidade de Ovar, há um pão de ló típico irresistível.

Foto por Centro de Portugal via Divulgação

Foto por Centro de Portugal via Divulgação

Outro bom exemplo é o singular salame de chocolate, perfeito para um lanche da tarde. A iguaria é feita com bolacha Maria, manteiga, açúcar, chocolate em pó e gemas de ovos – mais simples, impossível!

Coimbra, um dos principais destinos do Centro de Portugal, guarda quitutes como os refinados pastéis de Tentúgal e as Queijadas de Pereira, que têm aquela qualidade ímpar das comidas feitas em casa. Já em Leiria, é preciso experimentar as brisas de lis, que deram origem ao quindim brasileiro, embora a base seja de amêndoas, e não coco.

Foto via Divulgação

Foto via Divulgação

Doces mais modernos também têm vez na região: Viseu tem chocolates artesanais em trufas, bombons e barras que derretem na boca; Aveiro conta com a Fabridoces que, além de produzir as receitas tradicionais, faz sorvetes inesquecíveis; e Leiria é lar da primeira Nutelleria de Portugal.

Foto via Divulgação

Foto via Divulgação

Por fim, o “beija-me depressa” de Tomar é outra receita que tem os ovos como ingrediente principal, sendo envolto por açúcar de confeiteiro. O quitute é popular no país inteiro, principalmente no Dia dos Namorados português, comemorado no dia 14 de fevereiro.

Texto por Agência com edição de Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock por DianaRui

Comentários