logo

Telefone: (11) 3024-9500

5 motivos para você viajar para o Sul da Bahia | Qual Viagem Logo

Tata_Lobo_-_Falésia_2,_Barra_do_Cahy Tata Lobo

5 motivos para você viajar para o Sul da Bahia

12 de fevereiro de 2016

A Bahia é amada por 10 em cada 10 turistas que a visitam. Cada cantinho do estado reserva atrações únicas para os visitantes. E na região Sul da Bahia, há um misto de atrativos que encanta turistas de todo o mundo. Suas praias tranquilas e belas, a ilustre visita das baleias jubarte e a presença de uma aldeia pataxó são só alguns dos motivos para viajar para essa região. Se você ainda não foi, precisa conhecer. Veja 5 dicas do que você vai encontrar por lá.

Praias

Foto Divulgação Porto Seguro

Foto Divulgação Porto Seguro

As praias do litoral sul baiano estão entre as melhores do estado, se não do país. O lugar concentra um belo número de paraísos à beira-mar, com areias branquinhas, desertas (em sua maioria) e paisagens exuberantes. Entre os destaques estão: Praia do Espelho, Barra do Cahy e Praia do Mororé.

Baleias

2306286808_b4f841fe0a_b

Foto via Flickr Rui Freitas Rego

Entre julho e novembro, quem visita a região chamada de Costa das Baleias encontra um atrativo mais do que especial. Tanto em Abrolhos, quando em Cumuruxatiba, é possível fazer a observação de baleias jubarte. Em um passeio de barco, elas nadam rente à superfície e os machos costumam saltar de dentro do mar, dando piruetas e batendo as nadadeiras. O passeio possibilita aos turistas verem as gigantes nadadoras bem de pertinho e tirarem belas fotos para guardar como recordação.

Península de Maraú

Foto via Flickr Ambiental Turismo

Foto via Flickr Ambiental Turismo

A Península de Maraú fica na Costa do Dendê, entre as famosas Morro de São Paulo e Itacaré. Só pela referência aos dois paraísos naturais vizinhos já é possível imaginar a riqueza das paisagens e ecossistemas da região. Um dos locais mais bonitos do litoral baiano, é ótima dica para as férias. A praia de Taipu de Fora é considerada uma das mais belas do Brasil. Ela tem uma piscina natural de um quilômetro de extensão, com peixes de todas as cores. Nos meses de verão, são feitos mergulhos com lanternas, para  observar a fauna marinha noturna.

Índios

Foto via youtube.com

Foto via youtube.com

Além das atrações que já listamos, a região conta com uma atração bastante diferente. Uma aldeia pataxó. Fundada em 1998, o lugar, que fica na Reserva Indígena da Jaqueira, tem 827 hectares de mata nativa e ocas espalhadas pela reserva, ainda no formato original. Engajados na proposta de desenvolvimento sustentável, os índios recebem os visitantes vestidos e pintados a caráter para apresentação de danças e rituais. Os turistas podem ainda praticar arco e flecha, adquirir artesanato confeccionado na própria tribo, fazer trilhas e degustar a culinária típica, que inclui pratos como o peixe assado na folha da patioba (espécie de palmeira).

Parque Nacional Marinho dos Abrolhos

Foto via Flickr jackoscage

Foto via Flickr jackoscage

O Parque Nacional Marinho dos Abrolhos possui área de cerca de 91.300 hectares. Estão dentro dos limites do parque cinco ilhas, mas, apesar disso, só é permitido o desembarque em uma delas, a Siriba. Ao desembarcar, os visitantes percorrem uma trilha de 1.600 metros que circunda a ilha. Centenas de pequenas conchas e corais se acumulam em sua ponta sudoeste, formando uma espécie de praia. A outra extremidade é formada por piscinas naturais que abrigam peixes coloridos e outros organismos marinhos. Para visitar a região, mergulhar e observar as baleias há passeios de barco com duração de um dia inteiro. Quem pretende praticar o mergulho em diferentes pontos, o melhor é optar pelas embarcações que permitem pernoite.

Texto por: Eliria Buso

Foto destaque por Tata Lobo via Commons Wikimedia

Comentários