logo

Telefone: (11) 3024-9500

5 motivos para conhecer o Alasca | Qual Viagem Logo

Byers Lake, Alaska is the closest view to Mount McKinley without being on the mountain.  During the fall color change in September this area explodes with yellow as the tree's change and prepare for winter's arrival.  Mount McKinley is North America's tallest mountain at 20,320'.

5 motivos para conhecer o Alasca

7 de fevereiro de 2018

Conhecido como a última fronteira dos Estados Unidos, o Alasca é um lugar de grandes contrastes. Um composto de céu azul e paisagens infinitas, densas florestas, geleiras enormes, montanhas e uma vasta região selvagem com alguns dos animais mais magníficos já vistos. O Alasca estimula todos os sentidos.

Para conhecer e explorar essa região, a dica é embarcar em um cruzeiro da Regent Seven Seas, com todo o conforto e vantagens já incluídas – como excursões em terra, alimentação e muito mais. Aproveitando que o emblemático Seven Seas Mariner visitará sete portos brasileiros a partir de 17 de fevereiro – e é a bordo dele que os viajantes vão percorrer as gélidas águas do Alasca entre maio e setembro de 2018 – elencamos algumas razões pelas quais este destino deve constar na sua lista de viagens:

A imensidão selvagem

Foto por iStock / troutnut

Foto por iStock / troutnut

Para resumir, todos os adjetivos utilizados para descrever a região selvagem do Alasca não fazem justiça à realidade. Servindo como pano de fundo para um rico ecossistema, quase 80% do seu território (o estado tem o dobro do tamanho do Texas) está intocado e apresenta uma natureza indomável. O Denali National Park é o terceiro maior parque nacional dos EUA e um dos melhores lugares para aproveitar toda essa grandeza através de rafting, canoagem, uma cênica caminhada ou passeios de bicicleta.

As montanhas

Foto por iStock / davidhoffmannphotography

Foto por iStock / davidhoffmannphotography

O Alasca é sinônimo de majestosas montanhas, sendo a casa de 17 das 20 maiores da América do Norte – incluindo o Monte Denali, o ponto mais alto dessa parte do continente. Isso se traduz em diferentes aventuras, como escaladas nas montanhas, caminhadas leves ou, simplesmente, curtir a vista através da janela de um helicóptero, um bonde ou no convés do Seven Seas Mariner. Em termos de experiências, a alegria desse primeiro vislumbre panorâmico e o ar da montanha depois de subir uma trilha são incomparáveis.

As geleiras

Foto por iStock / chaolik

Foto por iStock / chaolik

Um ponto de vista que pode passar despercebido, até mesmo pelos viajantes mais experientes, é a mais clássica experiência do Alasca: os glaciares. As oportunidades aguardam – já que são mais de 100 mil geleiras na região – e as opções incluem escaladas no gelo, caminhadas, rafting ou caiaque. O Glacier Bay National Park and Reserve abriga por volta de cinquenta dessas maravilhas da natureza, parte de um patrimônio mundial de 25 milhões de hectares.

Os animais selvagens

Foto por iStock / mtnmichelle

Foto por iStock / mtnmichelle

Perseguindo alimentos em riachos cheios de salmão, dormindo nas florestas e aparecendo quando menos se espera, estima-se que a população de ursos no Alasca alcance incríveis 100 mil espécimes. Mas os alces é que são considerados as criaturas predominantes da região, tanto que costumam fazer curiosas incursões urbanas e aguardam um momento “Instagram” no Kincaid Park. Em um passeio de barco pelo Kenai Fjords National Park são altas as chances de avistar baleias Jubarte ou Orcas. Lobos, lontras, morsas, bisontes e cabras das montanhas são apenas alguns dos animais que chamam o Alasca de lar.

Experiências únicas

Foto por iStock / fallbrook

Foto por iStock / fallbrook

É possível conhecer a região selvagem através do olhar de uma equipe de huskies em um passeio de trenó. A tradição do Alasca é celebrada na Iditarod Sled Dog Race, onde os cães campeões correm de Anchorage até a cidade de Nome. A pesca do salmão, a caça ao ouro, a tirolesa e a navegação através da Inside Passage (o fiorde mais longo da América do Norte), são apenas algumas dessas experiências épicas. O Alasca é um verdadeiro paraíso para aventureiros, com atividades extraordinárias e diferentes de qualquer outro lugar do mundo.

Sobre a RSSC

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

Conhecida e admirada como a companhia de cruzeiros marítimos de luxo mais inclusiva e exclusiva do mundo, a Regent Seven Seas Cruises opera com frota de quatro navios em programas inusitados pelos sete mares, que incluem acomodação em suítes com varanda, serviços personalizados, aclamada gastronomia (com destaque para sua carta de bebidas e destilados), WiFi a bordo em todos os navios e em todas as categorias, programas e experiências memoráveis em cada porto visitado em número ilimitado, gorjetas a bordo, e acomodação em hotéis de luxo para os hóspedes que reservam as categorias mais altas de sua coleção de suítes. Seus premiados navios, todos all-suite – Seven Seas Navigator, Seven Seas Mariner, Seven Seas Voyager e Seven Seas Explorer –, estão entre os mais confortáveis e espaçosos do universo marítimo e percorrem mais de 350 destinos ao redor do planeta.

Mais informações em: rssc.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / mbarrettimages

Comentários