logo

Telefone: (11) 3024-9500

5 locais históricos para conhecer na encantadora cidade de Araxá | Qual Viagem Logo

Foto por Carolina Berlato

5 locais históricos para conhecer na encantadora cidade de Araxá

5 de abril de 2019

Localizada em Minas Gerais, a histórica cidade de Araxá é conhecida por seus atrativos turísticos que se desenvolveram com a inauguração do Termas do Tauá Grande Hotel, em 1944. Além do belíssimo castelo e das águas termais milagrosas, a região conta com diversos atrativos, alguns chegando a datar construção em meados do século 19.

Separamos uma lista com os melhores destinos de Araxá para você conhecer na sua próxima visita, confira:

Memorial de Araxá

Foto por Carolina Berlato

Foto por Carolina Berlato

O acervo que homenageia 180 famílias que contribuíram com a cidade está localizado no Museu Memorial de Araxá, dentro do casarão de Elias Porfirio de Azevedo, um importante maestro do século XIX.

A história e cultura da cidade e desses moradores é contada por meio de quadros, instrumentos musicais antigos, biografias, livros e outros objetos antigos que foram doados por familiares. Ainda dentro do Memorial há um espaço para a realização de eventos, atividades culturais e artísticas. O local fica aberto de segunda a sexta-feira das 8h às 18h e aos sábados e feriados, das 10h às 16h.

Endereço: Avenida Antônio Carlos, 116 – Centro

Museu Calmon Barreto

Foto por Carolina Berlato

Foto por Carolina Berlato

Criado logo após o falecimento de Calmon Barreto, em 1996, o espaço que o homenageia é o maior museu brasileiro que reúne obras de um único artista, com mais de 170 pinturas e esculturas.

Calmon Barreto foi o mais importante artista de Araxá e dedicou sua carreira a ilustrações críticas a respeito da história do Brasil. Trabalhou ainda com desenho e gravuras de moedas, confecção de esculturas e medalhas na Casa da Moeda. Suas obras mais famosas são as pinturas históricas de Araxá e as marinhas de Cabo Frio.

Museu da Memória Legislativa Araxaense

Foto por Carolina Berlato

Foto por Carolina Berlato

Construído em 2010, é o museu mais recente da cidade. Com o objetivo de preservar a história legislativa, o local reconstrói a história de 180 anos da cidade. O acervo conta com fotografias e mobiliário antigo, mais de 12 mil discos de vinil, atas, e até mesmo imagens sacras e pinturas de Calmon Barreto.

Igreja de São Sebastião

whatsapp-image-2019-04-05-at-15-46-39

Construída no início do século XIX, a igreja de São Sebastião é um dos marcos mais importantes de Araxá. Apesar de estar passando por uma reforma, é possível conhecê-la por fora e observar o estilo arquitetônico simples, com influências jesuítas. Alguns dos artefatos internos estão sendo preservados dentro do Museu da Memória Legislativa, onde podem ser vistos.

Fonte Dona Beja

Dona Beja é o personagem mais importante da cidade de Araxá. Foi atribuído a ela o mérito da reconquista do território do Triangulo Mineiro para Minas Gerais em meados de 1814, quando a região tinha sido dominada por Goiás.

A fonte hidromineral que leva seu nome fica dentro das dependências do Grande Hotel, que fica aberto para visitantes e moradores. Segundo as histórias locais, era ali que dona Beja tomava seus banhos.

Dona Beja inspirou ainda inspirou vários autores a escreverem romances, livros históricos, roteiros para novela e cinema, peças teatrais e samba-enredo.

Onde ficar

Construído em 1944, o Grande Hotel Termas do Araxá é o maior castelo do Brasil. O hotel oferece momentos de lazer para toda a família, qualidade e bom atendimento ao cliente, e ainda conta com confortáveis acomodações, gastronomia ímpar, e o principal atrativo: as termas, onde os hóspedes podem relaxar a mente e o corpo.

O Tauá Grande Hotel Termas de Araxá é o pano de fundo para a Páscoa Iluminada, que reúne uma série de espetáculos com a temática de páscoa e a Paixão de Cristo.

Texto e imagens por Carolina Berlato

Comentários