logo

Telefone: (11) 3024-9500

4 balneários oceânicos do departamento de Rocha (Uruguai) | Qual Viagem Logo

istock-181976008

4 balneários oceânicos do departamento de Rocha (Uruguai)

7 de janeiro de 2020

Para quem gosta de praia e tranquilidade, Uruguai é uma ótima escolha. Nosso pequeno vizinho é um dos países mais seguros da América Latina, com apenas 3 milhões e meio de habitantes. Agradável clima, dias ensolarados, noites frescas e estreladas. Possui uma área costeira de aproximadamente 672 quilômetros de extensão, dos quais 452 km correspondem ao Rio da Prata e a 220 km do  Oceano Atlântico. Dos 6 departamentos costeiros, 4 estão no Rio da Prata (Colônia, São José, Montevidéu e Canelones), enquanto estão sobre o Oceano Atlântico (Maldonado e Rocha). Falaremos sobre Rocha, o departamento mais próximo ao Brasil, cujas paisagens são de tirar o fôlego. Há diversos balneários que valem a pena ser visitados, mas para facilitar ao leitor, escolhemos quatro: La Paloma, La Pedrera,Valizas e Cabo Polonio.

1. La Paloma

xeni4ka

Foto via Istock/ xeni4ka

Algo que caracteriza e diferencia La Paloma é sua grande diversidade de praias, que apresentam diferentes orientações, profundidades e ondas. É um lugar onde você poderá realizar esportes aquáticos como o surf, windsurf ou kitsurf. As praias mais movimentadas são Los Botes, La Balconada, Anaconda e La Bahía, com a possibilidade de realizar visitar esporádicas nas praias vizinhas como La Aguada, Costa Azul e Arachania.

O local se caracteriza pela tranquilidade, sendo um destino ideal para famílias. Também é possível o avistamento da Baleia Franca Austral, um espetáculo único que acontece todos os anos durante os meses de primavera. As baleias retornam à mesma área de reprodução e geralmente ao local onde nasceram!

Por outro lado, a oferta de restaurantes é ampla e variada, destacando a culinária típica de peixes e frutos do mar, o clássico churrasco uruguaio e pizzarias e sorveterias na avenida principal. Há também feiras de artesãos, bares e centros culturais. Mas o melhor de La Paloma é sem dúvida o pôr do sol, já pensou ver como se esconde no horizonte oceânico?

2. La Pedrera

olafspeier

Foto via Istock/ OlafSpeier

A 12 quilômetros de La Paloma, chegamos a esse sensacional lugar. Uma praia extensa com diversas formações rochosas, criando inclusive pequenas piscinas.  La Pedrera mantém seu ritmo tranquilo durante o dia, com uma variedade culinária a pé de praia, onde jovens se sustentam vendendo deliciosos pães e doces. As ondas e o vento são bem mais intensos que no balneário anterior, ótimo para que desfruta de fazer kitesurf. Na praia, você consegue paz e serenidade, com a possibilidade de ir até Punta Rubia andando (uma praia que fica a 15 minutos andando).

Para quem procura um ambiente mais badalado, La Pedrera é o seu lugar, já que a vida noturna dos clubes e restaurantes é bem agitada. A rua principal se transforma em um palco colorido para o encontro de jovens, onde é possível assistir a shows e bandas de rua ao vivo.

3. Valizas

quelo73

Foto via Istock/ quelo73

Cercada por dunas, mar, florestas, uma das paisagens mais peculiares do Uruguai. Atualmente, Valizas é uma estância balnear animada e pitoresca, visitada por um público composto principalmente por jovens de várias nacionalidades, em essência um local habitado por artesãos e pescadores. Tem uma bela praia e uma importante oferta de passeios, que inclui caminhadas, passeios a cavalo pelas dunas, riachos, lagoas, campos, florestas e o impressionante Cerro de la Buena Vista. No geral, as praias são solitárias, o que faz de Valizas um lugar incomparável para quem quer se relaxar.

4. Cabo Polonio

quelo73-n

Foto via Istock/quelo73

O paraíso uruguaio de uma beleza extrema! Um lugar para reconectar, para contemplar, para se afastar da tecnologia e viver sem distrações. Para chegar até a reserva natural do Cabo Polonio, você pode acessar no camião, uma experiencia única; outra opção, é se aventurar a realizar a caminhada que une as dunas de Valizas com o Cabo Polonio (aproximadamente duas horas).

Tem duas belas praias: a norte e a sul, com a vantagem de que se faz muito vento o as ondas estão bravas, com certeza a outra praia estará tranquila. Os serviços continuam limitados, o que faz do Polonio um  lugar autêntico e único: não há eletricidade ou água corrente, essas necessidades se resolvem através do uso de geradores eólicos, painéis solares ou a gasolina. Imagina a quantidade de estrelas que você pode ver em um lugar sem contaminação lumínica!

Do lado do Faro, você verá os famosos leões marinhos, lembre que é um Parque Natural e que a preservação também é responsabilidade do turista. Respeito o espaço deles, não faça excessivo barulho e não contamine o lugar.

Fique atento, na costa de Rocha é muito comum as noctilucas (organismos bioluminescentes que se ativam com o movimento), mas o Cabo Polonio é o balneário ideal. Nos dias de lua nova, ou em lugares com pouca luz, você verá as ondas iluminadas, as vezes azuis. Na areia, arraste o seu pe e verá pequenos pontos de luz. Se tem coragem de entrar na água, aproveite e veja o efeito das noctilucas no seu corpo, é uma experiencia divertida e inesquecível.

Texto por Natalia Bastos. Imagem destacada via Istock/:xeni4ka

Comentários