logo

Telefone: (11) 3024-9500

5 melhores destinos alternativos para esquiar | Qual Viagem Logo

Foto por istock/ Foxys_forest_manufacture

5 melhores destinos alternativos para esquiar

11 de novembro de 2016

Que tal dar uma escapadinha do verão e viver momentos mais gelados e radicais? Esquiar é uma ótima opção para as férias, ainda mais se for em um destino pouco explorado pelos turistas. Para ajudar os viajantes, o Booking.com usou seus dados internos para buscar os melhores destinos e resorts, que ainda são desconhecidos pelas multidões.

Confira a lista:

Kolašin, Montenegro

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Um dos destinos menos explorados da Europa, a montanhosa República de Montenegro, empolga os visitantes e amantes da neve. Kolašin é o resort de esqui mais procurado do país. Em contraste com as multidões nos Alpes Suíços, lá você encontrará tranquilidade nas pistas que percorrem florestas que parecem intermináveis. As encostas desertas e cobertas com uma espessa camada de neve não são os únicos atrativos. Sua típica culinária de montanha, além de acessível, é perfeita após um dia repleto de aventuras na neve.

Shahdag, Azerbaijão

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Com paisagens incríveis e belas encostas, o Azerbaijão é um destino imperdível. Shahdah é o primeiro e maior resort de inverno do país, localizado a uma altitude de 2.500 metros na Cordilheira do Cáucaso. A visto do topo, seja com céu azul ou logo acima das nuvens, é de hipnotizar. Ao redor, a paisagens intocada de vales profundos, desfiladeiros, lagos de montanha transparentes e geleiras pertence a um parque nacional, permanecendo protegida mesmo com grandes investimentos em turismo na região.

A infraestrutura impressionante já conta com teleféricos, canhões de neve para manter os 17 km de pistas em ótimas condições, cafés modernos e restaurantes espalhados pelo resort para você observar a prática do esqui.

Pyeongchang, Coreia do Sul

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Pyeongchang foi escolhida como anfitriã para as Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno em 2018. Os coreanos estão fazendo altos investimentos em infraestrutura, que já conta com padrão de qualidade internacional. Este é um ótimo momento para testar as pistas olímpicas, saltos, pistas de cross-country e o tradicional oncheon (spa com águas termais) e também para conhecer a atmosfera sem igual do inverno coreano. Fisicamente, há um enorme contraste com o típico resort alpino. O terreno com aparência mais selvagem e paisagem aberta proporcionam uma sensação de aventura que é realçada pela iluminação para esqui noturno.

Kvitfjell, Noruega

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Kvitfjell é um dos resorts de esqui mais modernos do mundo, com produção de neve em 80% de suas pistas. Foi criado para os Jogos Olímpicos de Inverno de 1994 e ainda é usado para competições olímpicas. Sua grande variedade de encostas faz com que ele seja ideal para todos os níveis de esquiadores, com um ambiente de resort tranquilo e acolhedor.

Jahorina, Bósnia e Herzegovina

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Jahorina é outro resort que sediou os Jogos Olímpicos, em 1984, consagrado e muito procurado, mas ainda pouco conhecido por quem está fora da Península Balcânica. Ele tem uma atmosfera realmente alpina e muita história, já que serviu como uma fortaleza estratégica durante a Guerra da Bósnia. Há uma grande variedade de pistas disponíveis, de descidas sem multidões para iniciantes e avançados até pistas estreitas com árvores e freerides com acesso por teleférico. Conte com uma vista espetacular, já que o resort fica nas encostas da segunda montanha mais alta da Bósnia, o Monte Jahorina com 1.916 metros de altitude.

Texto por: Agência com edição Caroline de Oliveira

Foto destaque por istock/ Foxys_forest_manufacture

Comentários