logo

Telefone: (11) 3024-9500

24 horas na Lituânia: o que fazer? | Qual Viagem Logo

View from the gates on the beautiful Francis of Assisi gothic church in the old town of Vilnius city, Lithuania.

24 horas na Lituânia: o que fazer?

17 de novembro de 2017

Já pensou em visitar o pequeno país dos Bálticos? A Lituânia fica ao sul da Letônia e faz fronteira com a Polônia. O país ainda é pouco explorado por turistas, mesmo vem se desenvolvendo rapidamente nesse setor com o passar dos anos. Por lá, uma das maiores surpresas e encantos é a preservação constante da natureza, com muitos rios e lagos. Além disso, há vários passeios e lugares interessantes em sua capital, Vilnius.

Aerial night view of Vilnius (capital city of Lithuania)

Foto por iStock / Krivinis

Às vezes não damos muito atenção para um destino por não ouvirmos tanto a respeito dele, ou por não abrigar atrações mundialmente famosas. Mas se você estiver pensando em visitar a região próxima à Lituânia, não perca a chance de fazer pelo menos uma parada rápida na capital do país, onde poderá desfrutar das diversas formas de entretenimento em passeios culturais, históricos ou até mesmo gastronômicos.

Vilnius, Lithuania - September 21, 2016: Tourists walk on the main pedestrian street with cafes and bars in the old town of Vilnius city

Foto por iStock / RossHelen

Vinte e quatro horas podem ser muito para alguns e pouco para outros, mas mesmo assim dá para conhecer o básico ou o essencial do destino. Vilnius é bem pequena, então é fácil percorrer todos os seus pontos turísticos a pé em um único dia. Tente chegar o mais cedo possível para curtir mais tempo, e assim partir no dia seguinte pela manhã.

Vilnius, Lithuania: the Gate of Dawn, Lithuanian Ausros, Medininku vartai, Polish Ostra Brama, a city gate of Vilnius, one of its most important historical, cultural and religious monuments in sunrise

Foto por iStock / Krivinis

Ao pisar os pés nas terras do país, siga direto para o hotel, onde poderá deixar as malas e tomar um café da manhã. Passeie pela rua principal, dê uma voltinha pela Rua Gedimino, onde fica o Teatro Nacional, e, se quiser, pode visitar o Museu das Vítimas do Genocídio (KGB) por quatro euros (cerca de R$ 15,45) para adultos e um euro (cerca de R$ 3,86) para estudantes.

20100412_muziejus_title

Foto por Reprodução via genocid.lt/muziejus

Depois de conhecer a história da KGB no museu que informa sobre o pacto secreto entre a Alemanha de Hitler e a Rússia de Stálin (e que também foi palco do escritório da Gestapo, durante a Segunda Guerra Mundial), é hora de explorar Vilnius e saber como ela se recuperou depois de cinco décadas de sofrimento.

Vilnius, Lithuania - April 1, 2017: Street view with tourists and the old house architecture in the historical center of Vilnius, Lithuania

Foto por iStock / RomanBabakin

A Praça da Catedral, onde ficam a Catedral Basílica, a Torre do Sino da Catedral de Vilnius e o Palácio do Grão-Duque da Lituânia, já é uma ótima parada, no final da Rua Gedimino. Depois dessas caminhadas, é hora de fazer uma pausa para o almoço – as três dicas de restaurante são essas: Mykolo 4, Bistro 18 e Jurgis irDrakonas Ogmios.

Vilnius, Lithuania. Night Or Evening View Of Bell Tower Near Cathedral At The Cathedral Square. Blue Cloudy Sky Background. Travel In Lithuania. Copyspace

Foto por iStock / Ryhor Bruyeu

Depois se de deliciar em um dos restaurantes, que também servem de ótimas dicas para o jantar, você pode conhecer a Castle Tower. A torre é um símbolo da cidade e do país, tanto que era a figura que aparecia na antiga moeda da Lituânia. Suas primeiras fortificações foram construídas no século XIII a mando de Gediminas, Grão-Duque da Lituânia.

Gediminas Tower, Vilnius, Lithuania.

Foto por iStock / ChamilleWhite

Voltando para a Rua Pilies, há algumas igrejas situadas por lá, como a Igreja Ortodoxa de St. Nicholas, a Igreja Ortodoxa St. Paraskeve, a Igreja St. Casimir, a Town Hall Square da Santíssima Trindade e, por fim, a Gates of Dawn. Se não entrar pelo menos em uma igreja, suba na capela que fica na Gates of Dawn.

Vilnius, Lithuania. Cathedral Basilica Of St. Stanislaus And St. Vladislav With The Bell Tower In Summer Sunny Day. Roman Catholic Cathedral At The Cathedral Square.

Foto por iStock / Алексей Ширманов

Para finalizar o seu passeio pela capital, procure a Ponte do Amor de Vilnius (com diversos cadeados pendurados) ou a Rua Uzupio e atravesse para um bairro que se autoproclama uma República Independente. Este lugar fica bem no centro da capital e se declarou um estado independente em 1977, antes sendo apenas um bairro boêmio habitado por artistas e músicos.

Texto por: Caroline de Oliveira

Foto destaque por iStock / RossHelen

Comentários