logo

Telefone: (11) 3024-9500

10 lugares perfeitos para fotos no Chile | Qual Viagem Logo

Snowy Licancabur volcano in Andes montains reflecting in the wate of Laguna Chaxa with Andean flamingos, Atacama salar, Chile

10 lugares perfeitos para fotos no Chile

6 de janeiro de 2020

Sabemos que hoje uma boa foto faz parte da experiência de viagem. O primeiro passo para isso, porém, é descobrir um lugar com paisagens incríveis, aventuras inesquecíveis e com potencial para fotos espetaculares – e o Chile é uma escolha certeira neste aspecto. Dos destinos de natureza, como desertos, montanhas nevadas e glaciares, até paisagens urbanas, como a artística Valparaíso ou a pitoresca vila de Puerto Varas, o país andino surpreende pela variedade infindável de cenários para compartilhar nas redes.

Por esse motivo, escolhemos os dez lugares mais “instagramáveis” ​​do Chile, para capturar a foto dos sonhos e inspirar outras pessoas a também desbravar suas paisagens extremas:

Muelle de Las Almas, Chiloé

Foto por Divulgação / Sernatur Chile

Foto por Divulgação / Sernatur Chile

Muelle de Las Almas é um dos pontos considerado mais mágicos e lendários do Chile. Localizado a oeste de Isla Grande Chiloé, no sul do país, trata-se de uma espécie de ponte ou píer sem fim que dá vista para uma enorme falésia, na beira do Oceano Pacífico. O que mais chama a atenção por lá, porém, é a lenda local: ela diz que é para a ponta da Muelle de Las Almas que todas as almas vão depois da morte, onde pegam o barco que os levará para o céu e, enfim, para o merecido descanso eterno. Dizem que é possível ouvir, ao fundo, os lamentos e súplicas das almas tristes que aguardam o barqueiro Tempilkahue, responsável pela travessia.

Relógio de Flores, Viña del Mar

Foto por iStock / wastesoul

Foto por iStock / wastesoul

O famoso Relógio de Flores fica na cidade costeira de Viña del Mar. Localizado no sopé da Colina Castillo, esta bela intervenção natural, inaugurada em 1962, utiliza diferentes espécies de flores para criar um enorme relógio com tons que variam de fortes vermelho e rosa até cores leves como amarelo, branco e verde. O Relógio das Flores se tornou tão popular que os habitantes da cidade criaram uma tradição: todos que tirarem uma foto com o relógio de fundo retornarão a Viña del Mar em algum momento de suas vidas.

Saltos del Laja, Los Angeles

Foto por iStock / Alexis Gonzalez

Foto por iStock / Alexis Gonzalez

Saltos del Laja fica próximo da cidade de Los Angeles – sim, chilena, não estadunidense. Quatro largas e poderosas cachoeiras do rio La Laja formam um majestoso cenário para fotos, com a água despencando até um profundo desfiladeiro rochoso que foi perfurado pela queda d’água ao longo dos séculos.

Torres del Paine

Foto por iStock / MBPROJEKT_Maciej_Bledowski

Foto por iStock / MBPROJEKT_Maciej_Bledowski

Dono de uma beleza única – não à toa foi eleita a Oitava Maravilha do Mundo no início desta década -, fotografar Torres del Paine é no mínimo desafiador: para chegar ao mirante principal é necessário encarar uma trilha de quatro horas, além de saber que na volta a dificuldade é igual. Mas não se engane: a vista final certamente compensa. São três enormes torres naturais de granito de frente a um lago verde, um cenário belo, majestoso, impactante e inesquecível para qualquer viajante, não importa o quão experiente seja. Se o tempo permitir, pode ter certeza de que será uma das mais belas fotos que você fará na vida.

Moai de Rapa Nui, Ilha de Páscoa

Foto por iStock / tankbmb

Foto por iStock / tankbmb

Suas belezas naturais impressionam, mas o que faz a Ilha de Páscoa tão especial são suas estátuas de pedras gigantes, únicas em todo o planeta: os Moais, construídos pelos povos Rapa Nui que habitavam a ilha há cerca de mil anos. Esculpidas em rochas vulcânicas e medindo entre quatro e dez metros de altura, os Moais teriam sido construídos por volta do ano 1250 d.C e pesam, em média, 14 toneladas. Como eles teriam sido feitos e transportados por um povo ancestral com tecnologia limitada, porém, mantém-se um mistério até hoje.

Deserto do Atacama

Foto por iStock / CarGe

Foto por iStock / CarGe

Marte na terra, com a única diferença que a paleta de cores não fica só no vermelho – o laranja das pedras e dunas de areia, o azul cristalino do céu e dos lagos, o rosa e lilás dos flamingos e do pôr do sol: o cenário do Atacama é de conquistar qualquer um – e claro que um dos destinos mais desejados por brasileiros não poderia estar de fora da lista. Embora seja um deserto, impressiona a diversidade de cenários que rendem fotos incríveis: salares, lagoas coloridas, antigas igrejas de adobe, dunas imponentes e até gêiseres convidam os visitantes para uma viagem impressionante.

La Portada de Antofagasta

Foto por Divulgação / Sernatur Chile

Foto por Divulgação / Sernatur Chile

Outro lugar imperdível para fotografar é La Portada de Antofagasta, um dos 15 monumentos naturais em áreas ambientais protegidas do Chile. Localizado a 18 km ao norte da cidade de Antofagasta, em uma formação geológica de falésias com paredões de mais de 40 metros de altura, a La Portada é um enorme arco natural de rocha no meio do Pacífico, que data de antes do nascimento de Cristo e se assemelha a um grande portal. O local marca ainda onde o deserto do Atacama encontra o Oceano Pacífico e, de quebra, recebe centenas de pinguins de Humbolt e lobos marinhos, criando um belo cenário para suas fotos.

Cerros de Valparaíso

Foto por iStock / pierivb

Foto por iStock / pierivb

Seu apelido “Joia do Pacífico” se justifica em cada muro, viela e escadaria grafitados com centenas de cores. Valparaíso é assim, a arte urbana em sua forma mais pura, com grafites espalhados em cada canto da cidade. Iniciada por um grupo de jovens estudantes dos anos 70 que decidiram “pintar” a cidade e dar mais vida aos seus bairros, a corrente artística criou tamanha força que transformou o local em um museu a céu aberto. O bom disso é que não tem um ou dois pontos especiais: basta subir algum de seus “cerros” (morros, em português) que praticamente em todas as esquinas encontrará uma arte diferente para fazer aquela foto para postar no Instagram.

Palafitos de Chiloé

Foto por iStock / chaolik

Foto por iStock / chaolik

Centenas de igrejas, leões-marinhos, curanto, palafitos e muito misticismo: quem desembarca em Chiloé certamente encontrará tudo isso. Vale uma foto comendo o típico curanto em uma dos curiosas palafitas, coloridas construções de madeira sustentadas por vigas no meio do Oceano Pacífico.

Templo Baha’í, Santiago

Foto por iStock / tjalex

Foto por iStock / tjalex

Encerrando a lista de lugares instagramáveis do Chile está o templo Baha’í, esse bem pertinho da capital Santiago. Construído em 2016, o templo se juntou aos outros sete deste tipo que existem no mundo. Além da sua crença curiosa, que diz que todas as religiões na verdade partiram de um mesmo e único Deus, o que chama a atenção é a arquitetura peculiar do templo. As montanhas que cercam a construção completam o cenário perfeito para uma bela imagem.

 

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / Delpixart

Comentários