logo

Telefone: (11) 3024-9500

10 cidades mexicanas que são Patrimônios da Humanidade | Qual Viagem Logo

View of Popocatepetl volcano, with the church of Nuestra Se?ora de los Remedios at the front. City of Cholula, Mexico.

10 cidades mexicanas que são Patrimônios da Humanidade

3 de janeiro de 2017

Há milhares de lugares no México para conhecer, dos quais muitos são reconhecidos como Patrimônios Mundiais da Humanidade pela UNESCO. A seguir, destacamos dez cidades catalogadas pela instituição como algumas das mais bonitas, charmosas e surpreendentes para conhecer com uma bela caminhada:

Puebla

puebla

Foto por CPTM / Ricardo Espinosa

Situada a cerca de 100 km ao leste da Cidade do México e ao pé do vulcão Popocatepetl, a cidade de Puebla está inscrita na lista de Patrimônio Mundial desde o ano de 1987, graças a seu grande e majestoso valor arquitetônico. É considerada, assim, uma das melhores mostras urbanísticas espanholas do Novo Mundo.

Tlacotalpan

tlacotalpan_veracruz

Foto por Divulgação / CPTM

Localizada na costa do Golfo do México, a cidade porto fluvial de Tlacotalpan foi fundada pelos espanhóis em meados do século XVI e desde então tem preservado admiravelmente suas características urbanas da era colonial, com ruas largas, casas com colunatas com ampla variedade de estilos e cores, além de muitas árvores antigas veneráveis que adornam espaços públicos e jardins privados. Desde 1998 o destino é considerado pela UNESCO como patrimônio mundial pelo seu excelente estado de conservação.

Guanajuato

guanajuato

Foto por Divulgação / CPTM

Fundada pelos espanhóis no início do século XV, Guanajuato tornou-se o centro do mundo da mineração de prata no século XVIII. Seu passado mineiro ficou marcado nas ruas subterrâneas e no impressionante poço de mineração “Boca do Inferno”, que tem uma profundidade de 600 metros. Foi inscrito na UNESCO em 1988 por seu enorme valor histórico e arquitetônico.

San Miguel de Allende

san-miguel-de-allende-bx

Foto por CPTM / Ricardo Espinosa

Fundada no século XVI para proteger a estrada real dentro do país, a cidade de San Miguel de Allende atingiu o seu apogeu no século XVIII, um período em que muitos edifícios religiosos e civis de estilo barroco mexicano foram construídos. Seus valores arquitetônico, urbanístico e artístico tornam San Miguel de Allende Patrimônio Mundial desde 2008.

Querétaro

estatua-de-indio-no-centro-da-cidade-queretaro

Foto por Divulgação / CPTM

Por sua dupla origem urbana (indígena e espanhola) que caracteriza sua enorme riqueza arquitetônica, Querétaro entrou para a lista da UNESCO em 1996. Esta antiga cidade colonial oferece a singularidade de ter preservado suas principais e originais ruas indígenas, juntamente com os distritos elaborados de acordo com um plano geométrico pelos conquistadores espanhóis. Perfeito para admirar os detalhes da cidade com longas caminhadas e descobrir uma cultura mista e completamente diferente.

Campeche

vista-aerea-campeche

Foto por Divulgação / CPTM

Campeche é uma cidade portuária caribenha de tempos da colonização espanhola que faz com que seja digno de Patrimônio Mundial, título que conquistou em 1999, graças ao seu valor como cidade portuária de estilo barroco e pelo seu sistema de fortificações, que são excelentes exemplo de arquitetura militar hispano-americana dos séculos XVII e XVIII.

Morelia

centro-historico-de-morelia

Foto por Divulgação / CPTM

Construído no topo de uma colina no século XVI, Morelia oferece planejamento urbano, onde há a mescla dos conceitos do Renascimento espanhol com a experiência mesoamericana. Sua história arquitetônica pode ser percebida em mais de duas centenas de edifícios históricos, todos construídos em tons pastéis, algo característico da região. Morelia foi inscrita na lista da UNESCO em 1991 por seu valor histórico como um centro de difusão de ideais libertários no início do século XIX.

Centro histórico da Cidade do México

Mexico City Metropolitan Cathedral (Catedral Metropolitana de la Asunción de María) is the largest and oldest cathedral in the Americas, built in 1573-1813, and seat of the Roman Catholic Archdiocese of Mexico, seen here with flowers planted on the Zocalo Square.

Foto por iStock / Phototreat

Construído pelos espanhóis no século XVI sobre as ruínas de Tenochtitlan, a antiga capital asteca Cidade do México é hoje uma das maiores e mais populosas cidades do mundo. Além dos vestígios dos cinco templos astecas, a cidade conta com a maior catedral do continente e charmosos edifícios públicos dos séculos XIX e XX. A cidade foi classificada como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1987, por causa de riqueza colonial.

Oaxaca

ex-convento-santo-domingo-em-oaxaca

Foto por Divulgação / CPTM

O destino foi inscrito na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO em 1987 por ser um exemplo claro de uma cidade colonial espanhola no século XVI. A cidade de Oaxaca e suas proximidades contam com um traçado típico do urbanismo colonial espanhol. A solidez e o volume de seus edifícios são verdadeiras obras-primas da arquitetura, além de serem prova de que suas construções se adaptaram às características sísmicas da região.

Zacatecas

zacatecas

Foto por Divulgação / CPTM

Fundada em 1546 e registada como Patrimônio Mundial em 1993, a cidade de Zacatecas foi construída nas encostas íngremes de um vale estreito, preservando muitos edifícios antigos, tanto religiosos como civis. O destaque vai para a catedral construída entre 1730 e 1760. Este templo é um trabalho de arquitetura excepcional, graças à harmonia de seu design e ornamentação barroca pródiga de suas fachadas, que combinam estilos europeus com indígenas.

Mais informações em: visitmexico.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / arielcione

Comentários