logo

Telefone: (11) 3024-9500

10 atrações culturais inusitadas na Noruega | Qual Viagem Logo

Stavanger, Norway - July 16, 2015: Three large swords stand on the hill as a memory to the Battle of Hafrsfjord in year 872, when King Harald Fairhair gathered all of Norway under one crown.

10 atrações culturais inusitadas na Noruega

11 de dezembro de 2017

Conhecer a história e a cultura de um destino é parte importante de uma viagem memorável. A Noruega é um país riquíssimo nesses aspectos, por isso, para os viajantes que desejam ir além dos pontos turísticos mais tradicionais, vale a pena pesquisar experiências inusitadas. Confira abaixo dez exemplos de atrações culturais e históricas que nem todos conhecem na Noruega:

Casa de Edvard Grieg – Bergen

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

Edvard Grieg é um dos noruegueses mais famosos de toda a história, por isso a casa onde o compositor clássico viveu por 22 anos se tornou um museu em sua homenagem. É possível fazer visitas guiadas e também se encantar com concertos que acontecem no local frequentemente.

Syse Gard – Ulvik

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

A região dos fiordes é repleta de fazendas familiares e visitar um destes locais pode ser uma forma bem interessante de descobrir como essa população vive e experimentar os deliciosos produtos que fabricam artesanalmente. Uma destas tradicionais fazendas que está aberta para visitação é a Syse Gard, localizada no vilarejo de Ulvik. Por lá é possível acompanhar a produção e experimentar delícias como suco de maçã, geleias e muito mais.

Espadas de Pedra – Stavanger

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

Um dos monumentos vikings mais importantes da Noruega são as gigantescas espadas de pedra localizadas em Stavanger. Elas foram colocadas no local onde Haroldo I venceu a batalha que unificou a Noruega, em 872 AC. O belo monumento continua representando ainda nos dias de hoje ideais de paz, unidade e liberdade.

Minas de Zinco – Sauda

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

As minas de zinco de Sauda estiveram em funcionamento de 1881 a 1889, mas hoje em dia estão abertas para visitantes que têm curiosidade de ver de perto a sua estrutura. A mina foi muito importante para a economia do vilarejo, chegando a empregar mais de 150 pessoas, por isso o local tem uma fantástica história para contar.

Pontos icônicos do prêmio Nobel – Oslo

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

O Nobel Peace Center é a sede do comitê que decide os vencedores do prêmio e também funciona como um museu, com exposição da história da premiação e seus vencedores desde a primeira edição no ano 1901, com Alfred Nobel. Construído em tijolos vermelhos com detalhes em dourado, é um dos pontos turísticos mais importantes da capital, pois também é onde acontece a entrega do prêmio. O edifício pode ser visitado individualmente ou também em um passeio guiado pelas salas com obras de artes e murais que contam sobre a cidade e sua cultura.

Centro Cultural de Stiklestad – Stiklestad

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

Stiklestad, o campo de batalha onde Rei Olavo (também conhecido como Santo Olavo) foi derrotado no ano de 1030, possui grande importância. No local, foi instaurado um centro cultural que encena a batalha e promove festivais, exibições e visitas guiadas, ideais para toda a família.

Catedral de Nidaros – Trondheim

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

Localizada na cidade de Trondheim, a Catedral de Nidaros é considerada a igreja mais importante da Noruega. Ela possui um estilo gótico e foi construída no século XII, no local onde foi enterrado Santo Olavo, antigo rei da Noruega. Ela está aberta a visitação e é um importante ponto histórico.

Construção de barcos tradicionais – Rissa

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

No museu Coastal Heritage, localizado no vilarejo de Rissa, é possível observar a construção de barcos tradicionais noruegueses, que se assemelham aos usados pelos vikings. Os especialistas responsáveis por essa produção recebem os visitantes e explicam como o processo é feito e como essa tradição foi mantida por milhares de anos.

Inscrições rupestres – Alta

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

Na charmosa cidade de Alta, no norte da Noruega, existe um museu um tanto inusitado para o país. Por lá foram encontrados desenhos em pedra que datam do período de 7000 a 2000 AC. Esse tesouro entrou para a lista da UNESCO como Patrimônio Cultural em 1985 e se destaca por ser o único monumento pré-histórico da Noruega a ser reconhecido pelo órgão internacional. O museu está aberto durante o ano todo e oferece visitas guiadas.

Memorial às bruxas – Vardø

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

No vilarejo de Vardø foi construído um belo memorial para homenagear 91 vítimas da região que foram queimadas no período de caça às bruxas no século XVII. A instalação às margens das águas pode ser visitada durante o ano todo.

Mais informações em: visitnorway.com.br

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / nightman1965

Comentários