logo

Telefone: (11) 3024-9500

Uruguai: Punta del Este, Casapueblo e outros encantos | Qual Viagem Logo

capa-post

Uruguai: Punta del Este, Casapueblo e outros encantos

22 de junho de 2017

Hoje nossa viagem começa no pequeno, charmoso e desenvolvido Uruguai. Com cerca de 3,5 milhões de habitantes, o país tem chamado a atenção nos últimos anos por seu crescimento econômico, possuindo um dos maiores PIB per capita e ocupando o 1o lugar em qualidade de vida e desenvolvimento humano na América Latina. Sua geografia é repleta de praias, planícies e regiões de lagos e florestas, oferecendo ao visitantes belas paisagens e experiências diversas de turismo.

Tinha apenas uma semana para aproveitar o país e concentrei minha jornada em dois dos principais pontos turísticos: Punta del Este e Montevideo. Viajei em maio, o que significou que peguei um clima delicioso de outono, com temperaturas variando entre 14 e 20 graus (ótimo pra dar aquela caprichada no visual sem parecer um esquimó!). 😉

Desembarquei em Montevideo à tarde, apanhei meu carro alugado e peguei a estrada direto para meu primeiro destino: o famoso balneário de luxo de Punta del Este.

Primeira dica: se quiser conhecer Punta, sugiro que se hospede por lá e vá de carro. É apenas 1 hora e meia de estrada (bem conservada com apenas dois pedágios que custam 85 pesos cada), super tranquilo para dirigir e você terá como explorar melhor a bela região costeira.

Ficamos hospedados no The Grand Hotel e preciso mesmo abrir um parênteses aqui para testemunhar a experiência memorável. Já me hospedei em ótimos hotéis, mas o The Grand mantém a qualidade de um 5 estrelas com um toque de hotel boutique que oferece serviço diferenciado – com uma infraestrutura moderna e impecável nos detalhes.

Super recomendo a estadia lá!

Deixamos as malas no quarto e fomos direto passear pelas ruas do centro, começando pela famosa Calle 20 – que apesar de estar bastante vazia (Punta é quase uma cidade fantasma nesta época do ano, então se procura ruas cheias e restaurantes lotados, vá em outra estação), tinha seu comércio aberto e pudemos perceber a variedade de lojas, cafés, restaurantes e galerias de arte que permeiam o local.

Precisava comprar um chip 3G e o lugar mais fácil de encontrar fio no único shopping da cidade, o Puntas Shopping (que nem de longe é bonito ou charmoso com as lojas de rua, mas possui uma variedade interessante de lojas). Lá paguei 165 pesos por um chip Antel que durou bem toda a viagem.

20170513_111119 20170513_112308 20170513_111223

À noite fomos jantar no bem avaliado Lo de Tere, que tem um ambiente super aconchegante e faz jus ao título de restaurante familiar. Os preços estão na média para a região (o Uruguai não é um país dos mais baratos, se comparado a outros vizinhos latinos, mas para os brasileiros que ganham em real e moram nas caras capitais do país, não faz tanta diferença). Comi uma carne deliciosa com batatas e uma sobremesa maravilhooooosaaaa chamada 3 en uno (se for lá, peça!).

20170512_205410 20170512_202959 20170512_205337

 

Na hora de pagar a conta, aí vai mais uma dica: use seu cartão. Desde 2013 o país adotou uma política de incentivo à vinda de turistas que oferece isenção de imposto sobre valor agregado (IVA). E o melhor, a devolução ocorre na hora da compra mesmo – com cartão! Diárias hoteleiras, aluguel de carro, restaurantes e até algumas lojas adotam o procedimento para pagamentos em crédito, débito ou pré-pago internacional. Os descontos chegam a quase 20% do valor da compra!

Ou seja, mesmo descontando o IOF vale muito a pena usar seus cartões. #ficaadica

Na manhã seguinte, mais uma caminhada pelas principais ruas do centro (ah, não vá muito cedo porque a maioria das lojas só abre a partir das 11h, beleza?), como a Avenida Gorliero e a Calle 27 – que segue até a orla, de onde pude ver diversos clubes de praia que devem bombar no verão (fiquei curiosa para ver a cidade nesta época, certamente é outra vibe!), além de surfistas corajosos enfrentando ondas com pranchas e roupas de neoprene.

20170513_112535 img_3536

Era hora de partir para Punta Ballena, pequena península localizada a apenas 15km do centro de Punta del Este, famosa por acolher a exótica Casapueblo, fruto da imaginação do artista uruguaio Carlos Paez Vilaró. O lugar reúne museu, hotel, galeria de arte, café e restaurante, além de ser um memorial ao talento de Vilaró – que acumulava as funções de pintor, ceramista, escultor, muralista, escritor, compositor e empresário. Moldada com as próprias, a edificação levou 36 anos para ficar pronta e parece mesmo saída de um sonho do artista. Com formas fluidas e arredondadas, a casa é repleta de esculturas e objetos tão exóticos quanto bonitos.

Como era baixa estação, o hotel e o restaurante estavam fechados, mas por 250 pesos tivemos acesso ao museu, café e galeria de arte.

Uma experiência inesquecível em um lugar inesquecível!

20170513_140014 img_3529 20170513_140041 img_3528 img_3525

Na saída, aproveitamos para dar uma voltinha de carro pelas ruas de Punta Ballena e abar nas luxuosas casas do local, ver o porto e o mirante, de onde se tem uma vista bonita de Punta del Este e um pôr do sol de tirar o fôlego.

img_3456 img_3768 img_3786 20170513_134149_004

 

À noite, aproveitei para conhecer o restaurante do hotel, cuja fama de oferecer boa comida extrapola os limites do resort. Muita gente vem de fora para jantar no Lighthouse. Confesso que, inicialmente fui apenas para ganhar a garrafa de vinho que o hotel me deu de presente, mas após provar o ravióli negro com siri, fiquei plenamente convencida da ótima escolha que fiz! :)

No próximo post vamos visitar uma vinícola, conhecer algumas cidadezinhas charmosas do litoral e visitar um parque muito lindinho. Pegue carona com a gente e viaje pelo mundo!

Beijos

Dea

Texto e fotos por: Andrea Bessa, do Blog Na Carona

Comentários