logo

Telefone: (11) 3024-9500

Passagens aéreas para o próximo verão estão até 33% mais baratas | Qual Viagem Logo

Foto via iStock por neirfy

Passagens aéreas para o próximo verão estão até 33% mais baratas

24 de agosto de 2021

Pegar o avião e viajar ficou mais barato este ano. Segundo o novo levantamento do metabuscador de viagens KAYAK, o preço médio das passagens aéreas para as próximas férias de verão está mais barato no comparativo com 2019. Entre os destaques de quedas no preço médio dos voos nos últimos dois anos estão Santiago do Chile, com -31%, e Salvador, com -33%.

O levantamento do KAYAK levou em conta os destinos nacionais e internacionais mais buscados dentro da plataforma no primeiro semestre de 2021 e comparou os valores médios dos bilhetes aéreos (ida e volta) para estes mesmos destinos na primeira metade de 2019.

Se o viajante estava de olho em voar para a França, que recentemente anunciou a reabertura para brasileiros vacinados, agora pode ser um bom momento de comprar passagens para Paris. O bilhete de avião para a capital francesa ficou até 7% mais barato em dois anos.

Outro grande destaque dos dados internacionais é a presença de Orlando, Nova York e Miami entre os 10 destinos internacionais mais buscados do primeiro semestre de 2021. Apesar das passagens aéreas para os três destinos nos Estados Unidos registrarem queda nos preços (Orlando com -27%, Nova York com -15% e Miami com -8%), vale ressaltar que as fronteiras norte-americanas permanecem fechadas para os turistas que voam diretamente do Brasil.

Em solo brasileiro, os turistas que estão mais interessados em viajar internamente também podem economizar em passagens aéreas. Segundo o KAYAK, pegar o avião e apreciar as praias da Bahia ficou até 33% mais barato no primeiro semestre de 2021, frente ao mesmo período de 2019. Rio de Janeiro (-28%), Recife (-23%) e Natal (-23%) também se destacaram no quesito redução de valores.

Metodologia da pesquisa: levantamento realizado com base nas pesquisas feitas pelos usuários do KAYAK entre 01/01/2019 e 31/07/2019 em relação a 01/01/2021 e 31/07/2021, para viagens em dezembro de 2021 e janeiro de 2022. Os dados para destinos internacionais têm como base partidas a partir de aeroportos em São Paulo e os dados nacionais têm como base partidas de qualquer terminal do Brasil.

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: iStock / neirfy

Comentários