logo

Telefone: (11) 3024-9500

Conheça Cidade Colonial, o precioso bairro de Santo Domingo | Qual Viagem Logo

alc_izar-col__n_001 Divulgação

Conheça Cidade Colonial, o precioso bairro de Santo Domingo

6 de novembro de 2017

Além de seu grande valor simbólico, arquitetônico e histórico, a Cidade Colonial de Santo Domingo encanta os visitantes com propostas culturais, artísticas e recreativas para todas as idades e interesses. Apresentações de rua, passeios em museus e galerias de arte, shows de música, festivais culturais, dança e teatro são algumas das atividades que podem ser aproveitadas durante o ano inteiro nesse lindo bairro da capital do país.sdq4-catedral-2 Divulgação

A Cidade Colonial é, depois dos destinos de sol e praia, o lugar mais visitado pelos turistas que chegam ao país. Declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, foi neste bairro que a história da América começou; a primeira cidade que a Coroa da Espanha concedeu a Carta Real e transformou em sede central da administração do Novo Mundo.

As diversas construções de estilo gótico e isabelino da Cidade Colonial constituem um patrimônio histórico enorme que, longe de ser estático, se mantém vivo através de muitas propostas culturais.

A seguir, algumas das atrações culturais de maior destaque:

Noites de Jazz no bairro: De novembro a maio, toda quinta-feira as belas escadarias da rua El Conde servem como palco para os expoentes de maior destaque de diversas correntes, estilos e gerações de músicos de jazz. A proposta de alta qualidade faz parte do Programa de Fomento ao Turismo na Cidade Colonial de Santo Domingo (PFTCCSD) e se transformou em ponto de encontro para os amantes – locais e estrangeiros – da música na capital.

A Longa Noite dos Museus: Das 9 da manhã até a meia-noite, museus, espaços culturais e construções emblemáticas abrem suas portas para o público, após o horário regular, desfrutar, sob a luz da lua, visitas guiadas, oficinas, debates, exposições, concertos, palestras e apresentações folclóricas, entre outras atividades artísticas e educativas. O Alcácer de Colombo, a Casa de Tostado, o Museu das Casas Reais, o Museu Trampolín, a Capela dos Remédios, o Centro Cultural Banreservas, a Fortaleza de Santo Domingo, o Parque Duarte, a Praça Relógio do Sol, a Praça Maria de Toledo e a Praça Espanha são alguns dos locais que participam desta noite tradicional.alc_izar-col__n_005 Divulgação

Santo Domingo de Festa: Todas as sextas-feiras e sábados a partir das 8 da noite, diferentes artistas compartilham as danças e ritmos dominicanos em um fabuloso espetáculo gratuito ao ar livre na Praça Espanha. Entre as apresentações, o Balé Folclórico do Ministério do Turismo (MITUR) se destaca, dançando ritmos como a mangulina, bambulá, zarandunga e pri pri. Os Trios, formado pelo Trio Santo Domingo e pelo Trio La Hiedra, trovadores que dão vida a diferentes gêneros musicais também participam da festa.

Galerias de arte e centros culturais: Através de exposições, mostras, oficinas e palestras, muitos espaços artísticos da Cidade Colonial permite que o público acesse, se aproprie e aproveite o trabalho criativo dos artistas locais e internacionais em suas mais variadas formas de expressão. A oferta abrange desde a arte emergente e contemporânea, passando por projetos artísticos de setores populares, a divulgação de obras de artistas nacionais renomados, assim como a troca e divulgação de expressões artísticas de outros países.

A Festa da Música: Praças, bares, ruas e centro culturais da Cidade Colonial vibram durantes dois dias com esta grande festa que traz todos os gêneros musicais. Este ano, mais de 20 mil pessoas e 350 artistas aproveitaram 43 concertos, oficinas, projeções e cursos musicais. Houve propostas de jazz, hip-hop, música tradicional, clássica e acústica, fusão de rap e rock, entre muitas outras.

Grupo Bonyé nas Ruínas de São Francisco: Todo domingo no coração das maravilhosas Ruínas de São Francisco de Assis é possível desfrutar um espetáculo divertido cheio de música e dança com apresentações dos ritmos típicos dominicanos: merengue, bachata e son. Além da apresentação permanente do Grupo Bonyé, amante do son, normalmente passam pelo palco pessoas ligadas a outras expressões de arte, como poesias, contos e danças, assim como artistas dominicanos reconhecidos.alc_izar-col__n_006 Divulgação

Aqueles que visitam a República Dominicana podem experimentar e aproveitar através destes eventos uma Cidade Colonial viva e renovada, com propostas que complementam e valorizam sua enorme riqueza histórica.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Fotos: Divulgação

Comentários