logo

Telefone: (11) 3024-9500

Anguilla vai reabrir fronteiras em 25 de maio | Qual Viagem Logo

anguilla

Anguilla vai reabrir fronteiras em 25 de maio

10 de maio de 2021

O governo de Anguilla anunciou a reabertura das fronteiras do país para os turistas a partir de 25 de maio. O retorno dos viajantes virá logo após o fechamento de pouco mais de um mês de duração para conter os novos casos de COVID-19, identificados no dia 22 de abril.

Com o sucesso da contenção e o progresso do programa de vacinação na ilha, o governo de Anguilla também reduziu o período de quarentena para sete dias para os viajantes que estiverem totalmente vacinados, ou seja, os turistas que tiverem tomado a última dose do imunizante com pelo menos três semanas antes da chegada ao destino.

O governo também expandiu os locais de vacinação em toda a ilha em um esforço conjunto para atingir a meta declarada de 70% da população residente de Anguilla, o que reduzirá drasticamente a possibilidade de transmissão viral. Em 05 de maio de 2021, havia 8.007 pessoas registradas para a vacinação, das quais 7.332 já tinham recebido sua primeira dose, representando 58% do número da população-alvo de 12.600 pessoas. Até agora, 3.173 pessoas já receberam sua 2ª dose.

“Sofremos um revés temporário quando tivemos que fechar nossas fronteiras no dia 22 de abril”, declarou a Secretária Parlamentar de Turismo, Quincia Gumbs-Marie. “Agimos com rapidez e implementamos uma série de medidas proativas para gerenciar e conter esse grupo de infecções, juntamente com um alcance de vacinação ampliado. O resultado é que estamos confiantes de que agora podemos reabrir com segurança, protegendo a saúde de nossos residentes e visitantes”, afirmou.

Confira as atuais medidas de contenção em Anguilla: 

Visitante(s) vacinado(s) e não vacinado(s):

  • Solicitar permissão de entrada.
  • Fornecer um comprovante de cobertura de seguro saúde (este requisito aplica-se apenas a visitantes não vacinados).
  • Apresentar um teste rt-PCR negativo feito de 3 a 5 dias antes da chegada à ilha.
  • Realizar um teste de PCR na chegada ao porto de entrada.
  • O período de quarentena para viajantes com comprovante de vacinação contra COVID-19 com a última dose final aplicada pelo menos três semanas (21 dias) antes da data de chegada será reduzido para 7 dias. A quarentena de viajantes não vacinados permanece por 10 a 14 dias, dependendo do país de origem.
  • Famílias multigeracionais e/ou grupos com uma mistura de pessoas não vacinadas e vacinadas terão que ficar em quarentena por um período de 10 dias, utilizando apenas serviços aprovados de curta permanência.
  • O Teste Rápido de Antígeno COVID-19 aprovado pelo PHE será permitido para uso por pessoas que necessitem de um teste apenas para viagens posteriores. Esses testes não serão utilizados para pessoas que entram em Anguilla ou saem da quarentena.
  • As taxas para visitantes serão de US$ 300 por pessoa + US$ 200 por pessoa(s) adicional(is) na inscrição.
  • As taxas para visitantes hospedados em acomodações privadas serão: pessoa(s) vacinada(s) US$ 300 para um indivíduo + US$ 200 para qualquer número de pessoas adicionais.
  • Pessoas que viajam em grupos (mais de 10 pessoas) deverão ser vacinadas para entrar e realizar qualquer reunião em Anguilla, ou seja, conferências, casamentos etc.
  • Os serviços de spa, academia e cosmetologia serão permitidos para visitantes de curta duração se os funcionários e visitantes estiverem totalmente vacinados, ou seja, três semanas desde a última dose de uma vacina aprovada.

1 ° de julho de 2021 | Visitante(s) vacinado(s)

  • Todos os visitantes de Anguilla que são elegíveis para serem vacinados contra COVID-19 devem estar totalmente vacinados pelo menos três semanas antes da chegada.
  • Os viajantes com comprovante de vacinação contra a COVID-19 não serão obrigados a entrarem em quarentena na chegada se a última dose da vacina tiver sido aplicada, pelo menos, três semanas antes da data de chegada.
  • As pessoas que entrarem em Anguilla serão obrigadas a ter um teste de COVID-19 negativo feito de 3 a 5 dias antes da chegada.
  • Pessoas totalmente vacinadas não serão testadas na chegada.
  • Os visitantes devem solicitar permissão de entrada.
  • Não é necessária prova de seguro saúde.
  • Sem taxas de inscrição.
  • Famílias multigeracionais e/ou grupos com uma mistura de indivíduos que não são elegíveis para a vacina (ou seja, crianças), não precisarão ser colocados em quarentena, mas precisarão de um teste PCR negativo administrado 3-5 dias antes da chegada, e podem ser testados na chegada e, posteriormente, durante a sua estadia. Esses testes podem estar sujeitos a uma taxa.

Mais informações em: ivisitanguilla.com

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: Divulgação

Comentários