logo

Telefone: (11) 3024-9500

8 motivos para visitar Peruíbe | Qual Viagem Logo

12297479275_727f9c283b_k

8 motivos para visitar Peruíbe

11 de março de 2016

Peruíbe é um paradisíaco município localizado na Baixada Santista, no estado de São Paulo, que tem origens indígenas e belíssimas praias. Apesar de ser extremamente jovem, com somente 57 anos de fundação, é uma boa opção de passeio, já que a cidade é considerada uma das 15 estâncias balneárias do estado e apresenta clima subtropical, forte presença da mata atlântica, muito sossego e bastante cultura tradicional em seus pontos turísticos. Mas, não só de praias vive a cidade, e para desvendar os melhores pontos à visitar, confira a lista abaixo:

Praia da Barra do Una

Foto por Gabriel Angi via Commons Wikimedia

Foto por Gabriel Angi via Commons Wikimedia

Uma das praias mais bonitas do litoral sul do estado! Com águas calmas e muita natureza, não costuma ficar muito cheia, e por isso é excelente para passear com a família. Aproveite a incrível paisagem e desfrute do melhor da água doce e também da água salgada, já que o Rio Una deságua no mar.  O passeio é calmo e muito bacana!

Aquário de Peruíbe

Foto via aquariodeperuibe.com.br

Foto via aquariodeperuibe.com.br

Em funcionamento desde 2009, o Aquário conta com mais de 20 ambientes e cerca de 80 espécies de animais terrestres e aquáticos. Ainda há um mini museu de taxidermia e fósseis e, a lojinha de souvenires, que é impossível de não visitar. A estrutura toda é ótima, e proporciona ótimos momentos com as crianças, que vão querer ver tudo e tirar muitas fotos!

Praia de Caramborê

Foto via Flickr Julio Chrisostomo

Foto via Flickr Julio Chrisostomo

Uma praia  pequena e praticamente desabitada. Suas águas tem um leve tom esverdeado. Como não apresenta infraestrutura turística, é a melhor opção de passeio se você busca momentos bem tranquilos, às margens de uma paisagem tropical.

Cachoeira do Paraíso

Foto via Flickr Marina Almeida

Foto via Flickr Marina Almeida

A cachoeira fica dentro da Estação Ecológica de Juréia, que tem 80.000 hectares de Mata Atlântica e muitas belezas naturais. Não se engane pela tortuosa estrada de terra que leva às águas, pois o lugar é lindíssimo, com pedras enormes e paisagens exuberantes. Vale a pena conhecer a cachoeira e dar uma olhada em toda a Juréia!

Praia Guaraú

Foto via Flickr Carmem A. Busko

Foto via Flickr Carmem A. Busko

Próxima à Estação Ecológica de Juréia, é a praia mais urbanizada de Peruíbe. A infraestrutura turística é boa, e além dos quiosques, conta com campings, pousadas e restaurantes. Seu mar limpo costuma ser visitado pelos surfistas da região, que entre uma onda e outra aproveitam a bela vista. Uma praia diferente e muito bacana!

Ruínas do Abarebebe

Foto via Flickr Carlos Henrique Machado

Foto via Flickr Carlos Henrique Machado

Tombado em 1984 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, o monumento abriga incríveis restos de uma igreja jesuíta do século XVI, que é uma das mais antigas do país. É cobrado um valor mínimo para a visitação no local, que costuma receber muitos grupos escolares, devido à suas diferenciadas programações culturais, inclusive no período das férias. Vale a pena visitar este ponto, que é o marco histórico da fundação da cidade!

 

Prainha

Foto via Flickr Adriano Aurelio Araujo

Foto via Flickr Adriano Aurelio Araujo

Com aproximadamente 350 metros de extensão, é muito visitada por suas rochas e vista panorâmica de toda a cidade. A faixa de areia tem largura média, e as águas são límpidas e calmas. Vale a pena caminhar pela trilha do local, que tem vegetação natural e passa pertinho das casas de veraneio!

Museu Histórico e Arqueológico

Foto via facebook.com/cidadeperuibesp

Foto via facebook.com/cidadeperuibesp

Originalmente o museu funcionava no Mirante da cidade, mas em 2014 foi reinaugurado no antigo prédio da Estação Ferroviária. Com mais de 350 peças arqueológicas remontando a história da região, o período da colonização do Brasil é muito intenso no local. Embarque nessa aventura cultural e conheça o museu, que é aberto ao público e não cobra entrada.

 

 

Texto por: Colaboração Heitor Herruso

Foto destaque via Flickr Moviola Midia Livre

Comentários