logo

Telefone: (11) 3024-9500

Gyeongju: monumentos históricos e belas paisagens na Coréia do Sul | Qual Viagem Logo

Jun 23, 2017 Bulguksa temple in Gyeongju, South Korea

Gyeongju: monumentos históricos e belas paisagens na Coréia do Sul

19 de julho de 2018

Gyeongju é um desses lugares onde você pode respirar e abraçar a cultura e história de um lugar. Localizada na província de Gyeongsang do Norte, costa sudeste da Coréia do Sul, a cidade fica a cerca de uma hora de Busan.

Repleta de monumentos históricos que são considerados tesouros da civilização coreana, Gyeongju é ideal para que curte experiências culturais.

O local serviu de moradia para a dinastia Silla, que governou a península durante 57 a.C a 935 d.C. Na época, Gyeongju chegou a ser a quarta maior cidade do mundo, por ser muito próspera e realizar diversos feitos.

Após a queda do reino de Silla, a dinastia de Joseon assumiu o poder e a cidade perdeu sua influência economia e acabou se tornando alvo de ataques de outros povos do continente asiático, como os japoneses e os mongóis.

Foto via iStock/ crystaltmc

Foto via iStock/ crystaltmc

Gyeongju só recuperou sua fama histórica no século XX, após escavações no lugar detectar inúmeros itens de arte budista, relíquias de Silla e outros objetos que demonstravam a importância histórica do local.

Até hoje grande parte dessa herança está bem preservada e é possível visitá-la.

Foto via iStock/ crystaltmc

Foto via iStock/ crystaltmc

A vila tradicional de Gyochon é repleta de casinhas no estilo hanok – as casas tradicionais da Coréia do Sul – e é onde se encontra os melhores restaurantes com comidas típicas. Também é possível encontrar oficinas de fabricação de cerâmica e locais onde acontecem cerimônias do chá.

Foto via iStock/ GEOLEE

Foto via iStock/ GEOLEE

O Daereungwon Tomb Complex é onde os túmulos dos grandes reis, rainhas e outros nobres da dinastia de Silla estão enterrados. Dos vinte e três túmulos, os mais importantes são o de Cheonmachong e o Hwangnamdaechong.

Foto via iStock/ Sergio Capuzzimati

Foto via iStock/ Sergio Capuzzimati

O túmulo de Cheonmachong contém a única pintura que já foi descoberta da era de Silla, além de outras relíquias. Hwangnamdaechong é o túmulo de uma rainha, que contém diversos acessórios de luxo que demonstram o estilo de vida que era levado na época.

Foto via iStock/ studiojh

Foto via iStock/ studiojh

Bem perto dali está o Observatório de Cheomseongdae, o mais antigo do observatório astronômico da Ásia. A construção data por volta do século VII, sob o comando da rainha Seondeok. A torre possui 362 pedaços de gratino que representam os dias do ano lunar.

Foto via iStock/ JUN2

Foto via iStock/ JUN2

Não muito longe de Daereungwon e Cheomseongdae, está o Palácio Donggung e a lagoa Wolji.

O conjunto arquitetônico foi construído pelo rei Munmu e seguiu a estética taoísta. Depois da queda do reino de Silla, tudo foi abandonado e, só em 1974, que algumas partes foram reconstruídas, foi nessa época que durante escavações, relíquias e objetos foram encontrados. Tudo isso está exposto dentro do Palácio, que hoje tem a função de um museu.

A lagoa Wolji é artificial e anteriormente atendia pelo nome de Anapji. À noite ela fica toda iluminada, proporcionando um visual realmente lindo.

Foto via iStock/ Vincent_St_Thomas

Foto via iStock/ Vincent_St_Thomas

O templo Bulguksa é um complexo budista feito de madeira, projetado para representar a terra de Buda. É possível se hospedar no local.

Foto via iStock/ artran

Foto via iStock/ artran

A gruta de Seokguram é um eremitério e um tesouro nacional. Foi construído no século VIII e contém uma estátua monumental de Buda. A gruta ainda possui estátuas de devas, bodisatvas e discípulos esculpidos nas paredes que é considerada uma obra-prima da arte budista do leste asiático.

Foto via iStock/ AaronChoi

Foto via iStock/ AaronChoi

Nos anos 2000, ambos foram considerados monumentos históricos e de muita importância para a história da Coréia, sendo classificados como Patrimônios Mundiais pela Unesco.

Texto por Carolina Berlato

Imagem Destacada via iStock/ artran

Comentários