logo

Telefone: (11) 3024-9500

Curitiba e Lapa roteiro pela região Sul do Paraná  | Qual Viagem Logo

Foto por IStock/ Eduardo Valente

Curitiba e Lapa roteiro pela região Sul do Paraná 

9 de dezembro de 2016

Uma é a capital do estado, cultural e moderna; a outra, com cara de interior, é tranquila e relaxante. Curitiba e Lapa, separadas por menos de 80 quilômetros, são duas cidades que, em comum, tem praticamente só o paranaense e o verde. Situadas na região sul do Paraná, ambas têm atrativos bastante distintos, como o Museu Oscar Niemeyer e a recente Mercadoteca e um dos melhores spas médicos do mundo, o Lapinha Spa. Se você vai tirar férias e tem, pelo menos, 15 dias de descanso para curtir, vale a pena um roteiro que una cultura, relax, história e passeios exclusivos entre Curitiba e Lapa.

CURITIBA – A ARBORIZADA CAPITAL 

Curitiba é uma cidade reconhecida nacionalmente pela qualidade de vida que oferece. Também, pudera, são mais de 30 parques e praças em um perímetro urbano, além de ruas arborizadas, rica cena cultural e serviços de qualidade. Além disso, a cidade conta com mirantes que oferecem paisagens de tirar o fôlego e opções gastronômicas que dão água de boca só de ler o cardápio.

Com clima um tanto europeu, a cidade é também considerada uma das mais sustentáveis do Brasil. O Jardim Botânico é um exemplo disso. O local, inaugurado em 1991, abriga espécies botânicas que são referência nacional, além de uma fonte d’água. A mata nativa está ponteada de trilhas para percursos a pé.

Foto por Istock/ Marcio Silva

Foto por Istock/ Marcio Silva

O Bosque Alemão também é um ponto muito importante na cidade com vários equipamentos que celebram e divulgam as tradições alemãs. São 38 mil m² de mata nativa, que faziam parte da antiga chácara da família Schaffer.

Outro lugar já bastante conhecido, mas que merece uma visita de quem nunca foi a capital paranaense ou faz tempo que não a visita é a sempre imponente Ópera de Arame. A estrutura tubular de teto transparente foi inaugurada em 1992 e acolhe todo tipo de espetáculo, do popular ao clássico. Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, faz parte do Parque das Pedreiras juntamente com o Espaço Cultural Paulo Leminski, cenário da encenação da Paixão de Cristo e de outros grandes eventos.

Também conhecida dos turistas, a Torre Panorâmica é a oportunidade de ter uma visão panorâmica da cidade a quase 110 metros de altura.

VIVA A CULTURA NA CIDADE 

A oferta cultural também é bastante variada. O Museu Oscar Niemeyer é um dos mais conhecidos de Curitiba e totalmente dedicado à exposição de Artes Visuais, Arquitetura, Urbanismo e Design. Possui cerca de 35 mil metros quadrados de área construída e mais de 17 mil metros quadrados de área expositiva, considerada a maior da América Latina.

Foto por Istock/ Marcio Silva

Foto por Istock/ Marcio Silva

A Praça da Espanha é também um espaço cultural, sendo point de crianças, jovens e adultos. No sábado, a feira de antiguidades é tradição. Mas por lá também acontecem exposições, atividades de pintura, shows, entre outros. Para quem busca uma programação cultural de qualidade, a SIM Galeria, espaço especializado em arte contemporânea, promove exposições de artistas nacionais e internacionais.

Composta por restaurantes e bares, a Avenida do Batel é parada certa para quem está atrás de gastronomia ou compras, já que é lá que fica o Shopping Pátio Batel, o mais sofisticado da cidade, com grifes internacionais como Tiffany, Prada e Versace. O bairro do Batel é recheado de opções de sorveterias dos mais diversos estilos, entre elas: Bacio Gelato, Freddo Gelateria, Diletto, Cold Stone Creamery e Los Paleteros. Todas ficam nas redondezas da Praça da Espanha.

ROTEIROS PELA CAPITAL 

Uma boa maneira de conhecer os lugares mais marcantes da cidade é via Linha Turismo. A linha especial dos ônibus double decker circula pelos principais pontos turísticos de Curitiba e é perfeita para quem quer aproveitar um passeio curtindo a vista e ainda sem o estresse de dirigir. Funcionando de terça a domingo, o roteiro sai da Praça Tiradentes, no centro da cidade, das 9h às 17h30, a cada meia hora. O turista pode escolher quais lugares da linha quer conhecer e também definir quanto tempo quer ficar – podendo embarcar no ônibus seguinte.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Outro passeio conhecido e adorado pelos turistas que visitam a cidade é o de trem. O roteiro Curitiba- Morretes é o mais famoso deles e já foi eleito um dos mais bonitos do mundo. A Litorina de Luxo, com serviço de bordo completo, passa pela estrada de ferro de 130 anos, considerada uma das obras da engenharia mais importantes do Brasil.

O trajeto passa pelo conjunto montanhoso do Marumbi, a Cascata Véu da Noiva e chega em seu auge na Ponte São João que, do alto de seus 110 metros, dá a impressão de que o trem está voando. Ao final, chega- se à histórica Morretes, onde é possível se deliciar com o tradicional barreado paranaense.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Mas nem só de história e belezas naturais vivem os trens de Curitiba. A cidade também oferece um roteiro da cerveja, o Beer Train. Para os apaixonados pela gelada, a dica é curtir a serra do mar paranaense a bordo de um vagão exclusivo da Cervejaria Bodebrown com degustação de cervejas especiais, harmonização com pães e queijos.

COMER EM CURITIBA É UMA EXPERIÊNCIA! 

A rota gastronômica da capital paranaense é outro destaque que merece uma atenção especial. Por lá, há ótimos restaurantes de comida internacional e contemporânea que atendem todos os gostos.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Além disso, há cerca de um ano, a cidade ganhou uma novidade que oferece uma experiência gastronômica única. A Mercadoteca é um espaço de convivência que oferece a possibilidade de comprar produtos de qualidade para fazer em casa ou experimentar deliciosos pratos feitos lá mesmo. Peixes frescos, cortes especiais de carnes, frutas e verduras, queijos e empório, vinhos, massas, utensílios gourmet, saladas, sucos prensados a frio, pães, flores, produtos FIT e funcionais, doces, cervejas, preparos japoneses, árabes e mexicanos, hambúrgueres, café Premium e sorvetes artesanais. Todos esses itens estão disponíveis neste que é o primeiro mercado gastronômico de Curitiba.

Outro destaque na cidade é o restaurante Madero, conhecido por ter o “melhor cheeseburger do mundo”. O cardápio do Madero oferece opções para todos os gostos, desde os amantes de sanduíches gourmet aos apaixonados por carnes especiais. O carro chefe é o premiado Cheeseburger Madero, feito com uma combinação das melhores carnes, pão crocante assado na hora, alface americana, tomates frescos, cebola grelhada, queijo cheddar e a inconfundível maionese artesanal. Não deixe de experimentar também a linguicinha defumada, o palmito assado e o delicioso petit gâteau de doce de leite servido com sorvete artesanal de vanilla e caldas de frutas vermelhas!

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

HOSPEDAGEM DESIGN 

Há um ano, a cidade ganhou seu primeiro hotel-boutique, que facilmente pode ser incluso em uma lista do que não deixar de visitar por lá. O Nomaa Hotel está situado no Batel e une elegância, bons serviços personalizados e uma experiência gastronômica marcante.

Inspirado nos mais modernos conceitos de hotelaria e design, o hotel intimista é um convite a diversos mundos. O primeiro deles, o da arquitetura, pode ser apreciado já no momento do check-in. O projeto do Nomaa realça a sutileza das linhas e a completa utilização dos espaços.

Foto Divulgação

Foto Divulgação

Além disso, outro mundo a ser explorado no Nomaa é a gastronomia, muito bem servida pelo chef Lênin Palhano. O restaurante Nomade, que é aberto a hospedes e visitantes, oferece uma verdadeira experiência gastronômica. O chef investe em criatividade e aposta em um menu com identidade própria, utilizando ingredientes regionais e alguns pratos sazonais. O menu degustação é uma boa forma para apreciar as iguarias preparadas por Palhano, apresentadas em mini porções e incluindo algumas surpresas. Destaque para o peixe prejereba com quinoa frita, bottarga e creme de abacate. Não deixe de experimentar no hotel um dos brunchs mais concorridos de Curitiba. Servido aos sábados e domingos, o menu inclui o famoso brioche na chapa com cogumelos salteados, ovo perfeito, panceta e espuma de queijo grana padano.

LAPA: HISTÓRIA, RELAX E EQUILÍBRIO 

Nem demais, nem de menos. Dizem que o segredo da vida é o equilíbrio. Sem exageros e com consciência, é possível comer, beber e se divertir sem perder a saúde. Apesar de Curitiba sem um convite à tentação, é em sua vizinha, Lapa, que aprendemos que não é preciso se esbaldar para ser feliz.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

A cidade histórica fica a cerca de 70 quilômetros da capital e apesar disso transmite um clima de interior que já começa a desacelerar o ritmo. Ao redor da praça principal se encontram os principais pontos turísticos que remontam os tempos passados. O lugar, fundado pelos tropeiros no século 18, foi palco de um dos principais eventos da história republicana – O Cerco da Lapa, em 1894 – e guarda resquícios daquela época.

O roteiro pelo centro histórico inclui uma visita à: Casa Lacerda, de 1845, Casa da Memória, com diversos documentos antigos, ao Panteon dos Heroes, que abriga os restos mortais de pessoas que lutaram na Revolução Federalista, à Casa Vermelha e ao Theatro São João, que recebeu a visita de D. Pedro II em 1880.

Foto por Eliria Buso

Foto por Eliria Buso

Apesar da rica história, nos dias atuais, o que atrai a maioria dos turistas à Lapa é um lugar que muitas vezes passa longe do imaginário dos visitantes, mas que promove uma verdadeira experiência de vida.

A Lapinha Spa é premiada como um dos melhores spas médicos do mundo. Localizada em uma fazenda de 550 ha, segue sete pilares para promover o resgate da harmonia entre o corpo, a alma e o espírito. Um deles é a terapia do biorritmo. Essa prática é reconhecida por curar e prevenir uma série de doenças por meio da reeducação dos hábitos e pela programação de atividades.

Aliadas a esse tratamento, as terapias modernas são eficazes e personalizadas, de acordo com cada objetivo: regeneração e revitalização; emagrecimento e reeducação alimentar; controle do estresse, reabilitação cardíaca, desintoxicação, prevenção geriátrica e tratamentos estéticos.

Fundada pela brasileira descendente de alemães, Dona Margarida Bornschein Langer, após um tratamento naturista realizado durante a década de 50 na clínica suíça Bircher-Berner, a Lapinha nasceu com o intuito de combater doenças através da terapia naturista. Com uma visão holística, Dona Margarida já entendia que para esta experiência ser completa, ela deveria cuidar não só dos hóspedes, como também do planeta e da comunidade que ali vivia.

Foto por Fernando Donasci

Foto por Fernando Donasci

Mais do que um lugar de relaxamento ou de tratar a saúde, a Lapinha é uma experiência de reflexão. De hábitos, costumes, do presente e do futuro. Lá, você tem a oportunidade de descansar corpo e mente e colocá- -los em total conexão para um funcionamento ideal.

Com um atendimento totalmente personalizado, desde a entrada no espaço você vai se sentir em casa. Após o check-in, a consulta inicial irá definir seu propósito ali e traçar o plano de atividades para os próximos dias.

O espaço conta com academia, piscina de borda infinita, piscina coberta, salas de ginástica, sauna, boutique e um centro médico com consultórios e salas de massagem e tratamentos, além de espaço de estética.

Tendo a paisagem como sua grande aliada, o spa oferece diversas trilhas para seus hóspedes. Destaque para a das Imbuías, um passeio guiado dentro do bosque, em percurso de 1,5 km, para observação de árvores centenárias e para conhecer um pouco mais da rica botânica e fauna da região. É possível, por exemplo, tocar e sentir a fragrância de um óleo de sassafrás e tornar a experiência ainda mais inesquecível.

Foto Divulgação

Foto Divulgação

O lugar ainda oferece atividades como: circuito funcional, hidroginástica, pilates, técnica de respiração, alongamento, nordic walking, oficina de artes, aula de culinária – com a chef da Lapinha, Arlete Zbonik -, passeio na horta, passeio de bike, entre outros.

Para aproveitar cada minuto de desconexão com o agito da rotina diária, vale experimentar alguns tipos de terapias que o lugar oferece. Entre as massagens, destacam-se: a tailandesa, a de pedras quentes, tuiná, bamboo e a TOI – terapia oriental integrada. Na água, a watsu é o grande nome. Em uma pequena piscina redonda, a terapeuta desliza sobre a água carregando o hóspede. Com movimentos suaves, repetidos com cada lado do corpo, o relaxamento é praticamente total e a sensação é de aconchego e paz.

Quando se fala em spa médico, muita gente teme uma coisa: passar fome. Mas, na Lapinha, tudo é direcionado de acordo com seus objetivos e limites. O grande diferencial da gastronomia do lugar é a sua origem. Lá, são cultivadas as frutas, verduras e hortaliças, colhidas logo antes das refeições. Essa alimentação orgânica, baseada na dieta ovo-lacto-vegetariana, promove a desintoxicação profunda e ativa as defesas naturais do organismo.

O cardápio, preparado de acordo com a dieta estabelecida em conversa com o médico, varia de 600 a 2000 mil calorias por dia. Apesar disso, o que não falta no prato é sabor. A chef inova nas receitas que levam legumes, frutas e verduras da casa e apresenta delícias que dificilmente aparentam ser fit, como a torta de espinafre e a mousse de hibisco.

Foto por Fernando Donasci

Foto por Fernando Donasci

Na Lapinha Spa não entram produtos à base de cafeína e carne. Além disso, os horários também são regra da casa. O desjejum vai das 8h às 9h, o almoço das 12h às 13h, no café da tarde, a fruta é servida às 15h30 e o jantar ocorre às 18h.

Depois de um dia longo de atividades, tratamentos e contemplação do imenso verde que cerca o spa, o convite ao sono é às 21h30. Parece cedo na nossa rotina mas, acredite, você dormirá como um anjo!

Como chegar

GOL – voegol.com.br

AVIANCA – avianca.com.br

LATAM – latam.com.br

AZUL – voeazul.com.br

Onde ficar

Curitiba

Nomaa Hotel
Radisson Hotel Curitiba
Four Points by Sheraton Curitiba

Lapa

Lapinha Spa

Onde comer

Curitiba
Nomade Restaurante
Madero
Mercadoteca

Morretes

Restaurante Serra Verde Express

Texto por: Eliria Buso. A jornalista viajou a Curitiba a convite do Nomaa Hotel com apoio CCVB e a Lapa a convite da Lapinha Spa.

Foto destaque por Istock/ Eduardo Valente

Comentários