logo

Telefone: (11) 3024-9500

Bilbao e San Sebastian, duas cidades imperdíveis para fãs de futebol e cultura | Qual Viagem Logo

F

Bilbao e San Sebastian, duas cidades imperdíveis para fãs de futebol e cultura

22 de fevereiro de 2021

Localizadas a apenas 100 quilômetros de distância ao longo da costa do Golfo da Biscaia, a industrial Bilbao e a aristocrática San Sebastian levaram continuamente sua rivalidade histórica para o campo de futebol ao longo do último século, como os visitantes de ambas as cidades bascas logo aprenderão.
Os estádios San Mames do Athletic Club e Reale Arena da Real Sociedad foram modernizados de forma impressionante nos últimos anos. Quer seja dia de jogo ou não, o futebol está sempre presente nas ruas de San Sebastian (conhecida como “Donostia” em Euskera, língua basca) e Bilbao (“Bilbo”), proporcionando experiências inesquecíveis para quem começa a explorar as suas ruas.

Tour nos estádios

Foto via Divulgação/ LaLiga

Foto via Divulgação/ LaLiga

O novo estádio do Athletic Club, com capacidade para 53.289 pessoas, foi inaugurado em 2013, tendo sido construído ao lado do antigo terreno de mesmo nome, inaugurado há exatamente 100 anos. Conhecida localmente como ‘La Catedral’ – ‘a Catedral’ – o terreno recebeu o nome do mártir cristão Mames, cujo martírio também deu à equipe o apelido de Leões.
A visita ao estádio, único campo espanhol escolhido para receber jogos da Eurocopa de 2020 – adiado para 2021 devido à crise do COVID -, inclui uma visita a um museu que apresenta autênticas exposições dos primeiros tempos do clube misturadas com tecnologias audiovisuais modernas, bem como visitas ao gramado, zonas de imprensa e vestiários.
Foto via Divulgação/ LaLiga

Foto via Divulgação/ LaLiga

Já a Reale Arena, casa da Real Sociedad, foi reformada ainda mais recentemente, com um projeto ambicioso que inclui a remoção da pista de corrida ao redor do campo e um revestimento externo totalmente iluminado do estádio ‘txuri-urdin’ [azul e branco] concluído apenas no verão europeu de 2019.
O ‘Museu Real100′ presente na arena – um estádio conhecido até a temporada 2018/2019 como Anoeta -, também traz aos visitantes os destaques do primeiro século da história de La Real, enquanto os visitantes também podem ir aos bastidores onde os jogadores e treinadores se preparam para as partidas. As áreas VIP dentro do estádio também hospedam eventos corporativos e conferências.

A ‘cidade velha’ de Bilbao

Foto via Divulgação/ LaLiga

Foto via Divulgação/ LaLiga

Uma vez conhecida por sua indústria pesada, Bilbao é hoje uma cidade moderna e cosmopolita conhecida por sua cultura e design. Os visitantes da ‘cidade velha’ em busca de iguarias locais, como bacalao a la vizcaina (bacalhau) ou vinho txakoli, encontrarão camisetas e lenços do Athletic Club dentro e fora dos bares e restaurantes. Em uma colina com vista para o labirinto de ruas estreitas fica a Basílica de Begoña, casa da padroeira da cidade, a Virgem de Begoña, e um local de peregrinação para jogadores e equipe do Athletic no início de cada temporada.
Do outro lado do rio fica a Gran Via, cujo Café Garcia, no número oito, sediou a fundação formal do Athletic Club, em 5 de abril de 1901. A uma curta caminhada [em 23 Mazarredo Zumarkalea] está o Palacio Ibaigane de estilo arquitetônico neo-basco, que agora abriga os escritórios do clube.

Núcleo histórico de San Sebastian

Foto via Divulgação/ LaLiga

Foto via Divulgação/ LaLiga

A excelente localização e arquitetura de San Sebastian atraiu os ricos e famosos da Espanha durante o final do século 19 e início do século 20. Entre eles estava o rei Alfonso XIII, um grande torcedor de futebol cuja aprovação real ainda se reflete no emblema do clube. O centro histórico da cidade hoje permanece cheio de vida e cor, com atraentes bares ‘Pintxo’ em cada esquina e as cores azul e branco de La Real proeminentes durante todo o ano.
A Plaza de Guipuzcoa, decorada com bom gosto, é o local central onde os torcedores do txuri-urdin se reúnem para comemorar os grandes sucessos do time, enquanto o Bar Nestor em Arrandegi Kalea, 11, tem uma seleção fantástica de memorabilia do futebol, bem como uma omelete de tortilla bem conhecida. A vizinha Praia de La Concha também possui uma longa herança futebolística. Seu monumental conjunto de esculturas de aço Peine del Viento (‘Pente do Vento’) é obra do artista local Eduardo Chillida, goleiro da La Real em sua juventude.

Os Rios: Nervion e Urumea

Foto via Divulgação/ LaLiga

Foto via Divulgação/ LaLiga

A melhor versão de um time vencedor em Bilbao pode ser vista através do Gabarra, uma barcaça de ferro na qual a equipe flutua rio abaixo para receber a aclamação dos fãs que comemoram a conquista da LaLiga ou outros títulos.
Os visitantes que seguem o caminho de Gabarra hoje veem as famosas 13 pontes do Nervion, incluindo a Puente de Vizcaya, de 45 m de altura e 160 m de comprimento, considerada Patrimônio Mundial da UNESCO. Eles também passam pela Prefeitura de Udaletxea, construída em 1892, e pelo icônico Museu Guggenheim de arte moderna e contemporânea de Frank Gehry, inaugurado em 1997. Mais abaixo no rio fica o ‘Campa de los Ingleses’ (‘Campo dos Ingleses’), com uma placa marcando o local onde os construtores navais britânicos jogaram a primeira partida de futebol na cidade.
O rio Urumea de San Sebastian também tem seu papel na história do futebol da cidade, já que ao longo do rio do centro antigo ficava o estádio Atotxa, casa da Real Sociedad de 1913 a 1993. Os caminhantes hoje saberão que estão perto da Arena Reale quando chegarem ao ‘Puente de la Real Sociedad’. Um nome um tanto quanto adequado.

O interior basco

Foto via Divulgação/ LaLiga

Foto via Divulgação/ LaLiga

Os visitantes de Bilbao e San Sebastian também podem explorar mais o País Basco, usando a LaLiga como um roteiro. A apenas 12 km nas colinas acima de Bilbao está a cidade de Lezama, onde a academia juvenil (base) do Athletic Club se aninha em harmonia com seu ambiente rural. Da mesma forma, o centro de treinamento de La Real em Zubieta fica a uma curta distância de carro da cidade, e uma visita a qualquer uma das aldeias dá uma ideia da importância de ambos os clubes para a vida local.
Texto por Agência com edição de Carolina Berlato
Foto via Divulgação

Comentários